Caçador argentino morre após ser atacado por elefante na Namíbia


A Namibian Press Agency informou que Jose Monzalvez, de 46 anos, foi morto em uma área privada de animais silvestres, localizada a 43 quilômetros a Noroeste da pequena cidade de Kalkfeld.

Elefante lutou para sobreviver
Foto: Reprodução, Daily Mail

Monzalvez era funcionário de uma companhia de petróleo e estava com outro argentino e três namibianos quando morreu.

Um dos elefantes o atacou para lutar por sua sobrevivência antes que o grupo pudesse atirar. Os parentes do caçador foram informados do seu falecimento.

De acordo com a polícia local, Monzalvez e seu grupo possuíam licenças de caça, reportou o Daily Mail.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>