Beagles conhecem a felicidade após serem libertos de laboratório


Muitas pessoas não estão cientes de que, nos EUA, centenas de milhares de animais, como gatos e cães, são torturados para testar pesticidas, produtos químicos ou farmacêuticos todos os anos. Os beagles são a raça preferida devido à sua natureza dócil.

Beagles brincam após serem libertos
Foto: Reprodução, Facebook

Nos laboratórios, eles enfrentam dores extremas e são envenenados com substâncias experimentais por meio de alimentação forçada, injeção ou aplicação na pele para medir a toxicidade.

De acordo com o One Green Planet, poucos cães sobrevivem e aqueles que resistem precisam encontrar um lar amoroso.

Devido ao empenho do Beagle Freedom Project, cães como Copper e Emma nunca mais entrarão em um laboratório cruel. A organização sem fins lucrativos luta para promulgar leis estaduais com o intuito de assegurar que os cães explorados em instalações de pesquisa financiadas pelos contribuintes sejam entregues a organizações de resgate em vez de serem mortos.

A pura felicidade mostrada por Cooper e Emma ao desfrutarem da liberdade é apenas mais uma confirmação de que o trabalho do grupo realmente transforma vidas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESMATAMENTO

BARBÁRIE

PRESSÃO INTERNACIONAL

INVOLUÇÃO

UNIÃO

PREVENÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>