Emissora britânica retira programas com jogos de caça após críticas


O canal de TV MyOutdoorTV (MOTV), do Reino Unido, recebeu sérias críticas do público após o lançamento de programas sobre jogos de caça a grandes animais.

Star Kroenke é dono do canal de TV e acionista do time Arsenal
Star Kroenke é o administrador do canal de TV que veicula jogos de caça (Foto: Reprodução / AFP)

O canal de TV, lançado no último fim de semana, foi descrito pelos ingleses como “o Netflix do mundo da caça”.

Um dos programas exibidos mostra animais de grande porte, como elefantes e leões, sendo caçados e mortos. Enquanto alguns animais foram deixados sangrando até a morte, outros continuavam sendo perseguidos.

Urso morto vítima de caça
O canal exibia programas nos quais grandes animais eram caçados, perseguidos e mortos (Foto: Reprodução / Twitter)

Após receber diversas críticas, o canal anunciou na última sexta-feira (04), que estava retirando todo o conteúdo que contém atividades cruéis, a pedido do empresário Star Kroenke, administrador do canal de TV.

“Stan Kroenke nos pediu que todo o conteúdo relacionado aos animais seja retirado por conta dos pedidos relacionados ao interesse público”, afirmou o canal de TV através de uma declaração.

Contudo, o canal continuará a transmitir esportes relacionados a pesca, culinária e shows de caça. A mudança está voltada somente para programas que mostrem “atividades sangrentas”. Visivelmente, a medida busca camuflar os interesses do canal, que está mudando apenas alguns programas da grade televisiva para abafar as críticas que afetam a produtividade do negócio.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

HONG KONG

AFETO

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>