Ex-fazendeira deixa de explorar cabras e abre santuário e centro educacional vegano


Há nove anos, Davis queria produzir queijo de cabra com a menor violência possível, mas logo percebeu que as práticas cruéis são intrínsecas à indústria de laticínios.

A fazenda será transformada em um centro educacional
Foto: Reprodução, VegNews

Embora Broken Shovels nunca tenha enviado cabras “improdutivas” para o matadouro (como muitas fazendas fazem), depois de produzir queijo de cabra por cinco anos, ela chegou à conclusão de que não poderia mais separar os bebês de suas mães, que mostravam uma ansiedade de separação semelhante à dos humanos.

No último inverno, Davis começou a deixar as famílias unidas, descartando os números de cabras ordenhadas na fazenda e fornecendo santuários para os animais restantes – que inclui 24 galinhas e oito cachorros e gatos doentes que ela resgatou de uma fazenda tradicional de laticínios onde trabalhou na Carolina do Norte (EUA), junto com outros que salvou de matadouros.

“Conclui que não há um jeito certo de fazer a coisa errada. Em algum momento, descobri a educação vegana, embora inicialmente e obstinadamente tenha sido resistente à ideia, tudo o que eu estava lendo tinha um sentido inegável”, explicou.

Agora, Davis está esperançosa em conseguir dinheiro para ajudar na transição, mantendo os animais bem alimentados e abrigados e possibilitar a interação com as crianças que visitam o local para lhes ensinar a ter compaixão pelos animais, informou a VegNews.

“Esse é o dia mais aterrorizante da minha vida, acredite, assim como o mais feliz também. Tenho 250 vidas dependendo de mim”, disse ela.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

TRAGÉDIA

RETROCESSO

SOFRIMENTO

DIFICULDADES FINANCEIRAS

BELO HORIZONTE (MG)

COVARDIA

CRUELDADE

PROTEÇÃO ANIMAL

ALERTA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>