Súplica

Família resgata cadela e busca ajuda para bancar operação em DF

Após o resgate, foi constatado que a cadela precisa passar por duas cirurgias para poder se recuperar de um atropelamento.

252

16/07/2017 às 18:30
Por Redação

Um morador do Gama, em Brasília, Distrito Federal,  caminhava pelo calçadão da cidade quando se deparou com uma cadela ferida. O animal de olhos e pelos cor de mel estava em uma vala e não conseguia se levantar. Ao chegar em casa, ele contou a situação à filha, a estudante Maria Teresa Dias Lira, e os dois resolveram voltar ao local para levar água, comida e um cobertor para a cachorrinha. Ali perceberam que a dócil cadela só conseguia rastejar e não se sustentava pelas patas traseiras.

Cadela não conseguir se movimentar

Cadela ganhou o nome de Mel por conta de pelagem e olhos da mesma cor (Foto: Reprodução / Metrópoles)

Assim o animal ganhou uma nova casa e o nome de Mel, por conta de suas características físicas. De lá para cá, segundo a estudante de 23 anos, que virou a tutora da cadela, Mel já passou por cinco avaliações veterinárias que constataram: ela provavelmente foi atropelada e, para se recuperar, precisa amputar a cabeça do fêmur traseiro direito e colocar pinos na pata traseira esquerda. Se não passar por esses procedimentos, será preciso remover totalmente a pata direita. A família não tem condições para bancar as operações.

“Até o momento, com as consultas e todas as radiografias, já gastamos R$ 300. Não temos como pagar as cirurgias. O menor valor que conseguimos foi por volta de R$ 3 mil, e ainda seria um tratamento menos adequado”, afirmou Maria Teresa ao Metrópoles.

Cadela é muito dócil

Cadela precisa fazer cirurgia para se recuperar (Foto: Reprodução / Metrópoles)

Outro problema relatado pela estudante é que cada avaliação para novo orçamento só pode ser feita presencialmente. “Fica complicado ir até o Plano Piloto, de clínica em clínica, com ela, por causa da dor e do estresse que sente”, disse a moça. “Estamos procurando clínicas que aceitam as radiografias por e-mail para avaliar o caso”, acrescentou.

A família decidiu pedir ajuda aos brasilienses para realizar as cirurgias e encontrar um lar definitivo para Mel. Para contribuir, basta entrar em contato com Maria Teresa pelo telefone: (61) 99986-5551.

Fonte: Metrópoles