CONTEÚDO ANDA

Designer e ativistas criam a bandeira vegana internacional

O designer Gad Hakimi começou este ano a coletar materiais de diversas associações veganas pelo mundo para descobrir qual conceito de marca abrangeria toda a concepção do veganismo, até que ele chegou a seguinte conclusão: os veganos precisavam de uma bandeira.

2.229

12/07/2017 às 10:30
Por Sophia Portes, ANDA

A bandeira vegana internacional foi criada por um grupo de designers e ativistas para mostrar o amor vegano pelo planeta e a incessante busca por criar um mundo mais sustentável e igualitário para todas as espécies.

Bandeira vegana possui um v em branco, com as cores verde e azul ao fundo

A bandeira busca criar uma união entre veganos do mundo todo, tornando o movimento mais forte (Foto: Pinterest)

“Eu queria contribuir comigo mesmo e com as minhas habilidades para promover o veganismo. Eu criei um quadrinho vegano de super-herói. A única coisa que me faltava era uma bandeira, que guiaria suas carcaterísticas, sua identidade e suas cores. Tenho pesquisado na web uma bandeira e não encontrei nada, além de alguns esboços que foram projetados de forma desproporcional e não foram promovidos. Eles não seguiram as regras básicas de criação de uma bandeira. Eu então decidi criar uma bandeira sozinho, da mesma forma como aconteceu com a bandeira do arco-íris do movimento LGBT. A bandeira será identificada por todos os veganos, primeiro como um conceito e depois como algo convencional”, contou Gad ao Tivonews.

Importância da bandeira

Todo movimento de grande escala cria uma bandeira marcante e memorável para representar os ideais e as lutas daquele grupo. Contudo, até o momento, os veganos tinham usado apenas símbolos, que, inclusive, variavam de acordo com o país, sem possuir uma unidade.

Bandeira vegana sendo exposta em feira

A bandeira poderá ser usada por veganos do mundo todo (Foto: Robert Gipson)

Gad decidiu analisar todas as linhas de pensamento do grupo para criar uma única bandeira e no dia 16 de maio de 2017, ele se uniu a um grupo de ativistas, membros do grupo Vegan Flag do Facebook, para desenvolver o design final do projeto.

Inicialmente, parte dos ativistas defendiam que os animais deveriam estar sendo mostrados na bandeira, com a utilização de cores em vermelho para destacar a morte e o sofrimento dos animais para o consumo.

Todavia, após muita discussão, todos chegaram à conclusão de que uma bandeira vegana não poderia representar somente os animais, pois trata-se da busca pela igualdade entre todos os seres, humanos e não humanos. Por isso, eles decidiram criar uma bandeira que simbolizasse o amor pelo planeta Terra e a busca por criar um mundo mais limpo e com mais amor, em todos os segmentos.

Tonalidades das cores da bandeira vegana

O uso da bandeira é livre e irrestrito (Foto: Pinterest)

Além disso, os criadores da bandeira decidiram torná-la um projeto aberto e gratuito, feito para ser usado e distribuído, sem restrições. Desde adesivos de carro, até ímãs de geladeira… O uso é livre e irrestrito. Afinal, é disso que se trata ser vegano: liberdade.