Polícia resgata galos explorados rinhas e autua 45 pessoas em SP


Nos dois endereços, 45 pessoas foram autuadas em flagrante pelo crime de maus-tratos a animais ao promoverem rinhas de galos. O valor das multas totalizou R$ 345 mil.

Galos presos em caixas
Galos foram resgatados por policiais ambientais durante rinhas (Foto: Reprodução / Metro)

Uma das rinhas de galo funcionava em uma chácara em Presidente Prudente, onde 35 pessoas promoviam a prática criminosa e exploradora. Um galo foi encontrado morto por conta de uma briga. Os donos do local receberam multas de R$ 105 mil. Mais de trinta aves foram resgatadas pelos policiais.

Já em Ribeirão Preto, a rinha acontecia em Jardim Progresso, onde cerca de 10 pessoas promoviam as rinhas. Seis aves foram resgatadas muito debilitadas e uma foi encontrada já sem voda. Cada um dos criminosos foram multado em R$ 24 mil, totalizando o valor de R$ 240 mil. Além disso, medicamentos e materiais usados em galos durante as rinhas foram apreendidos pelos agentes ambientais.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

VIDA NA RUA

SEGUNDA CHANCE

MAUS-TRATOS

CENSURA

DESPERTAR

PROTEÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>