Reduzir preços de vegetais pode salvar mais de 150 mil vidas humanas


Os pesquisadores usaram o modelo de Política Alimentar US IMPACT  para calcular o impacto de subsidiar frutas e vegetais comparado à instituição de um imposto sobre refrigerantes.

Vegetais
Foto: Reprodução/VegNews

Foi descoberto que 10% de produto subsidiado era cinco vezes mais efetivo ao prevenir ou retardar a morte até 2030 do que um imposto sobre refrigerantes.

Os dados também sugerem que subsidiar a produção poderia aumentar o consumo de frutas e vegetais em 14% enquanto 10% de aumento no preço dos refrigerantes apenas reduziria o consumo em 7%.

Os pesquisadores concluíram que a melhor abordagem para melhorar os hábitos alimentares dos norte-americanos e reduzir a taxa de mortalidade causada por doenças cardíacas – responsáveis pelo maior número de mortes do país – é uma combinação de duas estratégias fiscais.

Pesquisas recentes  provam que uma dieta bem planejada à base de vegetais é ótima para a saúde. Um estudo longitudinal de 32 anos publicado ano passado revelou que substituir carne por frutas e vegetais reduz o risco de contrair doenças cardíacas e as taxas de mortalidade diminuem em 10%.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SOLIDARIEDADE

MISSÃO

ACADEMIA ESPECISTA

SADISMO

DE OLHO NO PLANETA

ARTIGO

MAUS-TRATOS

TRAGÉDIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>