Maus-tratos

Cachorro encontrado com sinais de agressão na Ufam foi envenenado, diz laudo

O laudo médico veterinário confirmou que um dos cães encontrados com sinais de agressão na Universidade Federal do Amazonas (Ufam) foi envenenado por uma substância tóxica. Ele está internado em...

200

19/06/2017 às 12:30
Por Redação

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Divulgação

O laudo médico veterinário confirmou que um dos cães encontrados com sinais de agressão na Universidade Federal do Amazonas (Ufam) foi envenenado por uma substância tóxica. Ele está internado em estado grave em uma clinica veterinária, na Zona Centro-Sul de Manaus.

O cachorro sem raça definida chamado “Cachaça” foi encontrado na manhã de sábado bastante debilitado e com sangramento, o que chamou a atenção dos alunos. Eles acionaram a Comissão Especial de Defesa dos Animais da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-AM), que foi até o Campus Universitário durante a tarde de sábado para levantar mais informações sobre a agressão.

Além do cão Cachaça, outra cadela também foi vista com uma das patas quebradas e acredita-se que o animal foi atropelado. Segundo a presidente da Comissão, Ana Lúcia Nogueira, não foi possível resgatá-la porque o animal conseguiu fugir para o mato.

“Estivemos no Campus e conseguimos coletar muitas informações importantes, que serão usadas para instruir uma representação criminal contra a Universidade”, afirmou a advogada. Membros da ONG ComPaixão também acompanharam a visita da comissão ao Campus. Todas as informações serão repassadas à Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema).

“Os alunos relataram que tinham outros animais machucados, mas nós só conseguimos resgatar o Cachaça, que de acordo com o laudo, foi envenenado. E de acordo com os seguranças, o envenenamento só pode ter ocorrido de sexta para sábado porque ele fica lá e só tem convívio com os alunos durante a semana e nos finais de semana com os seguranças e os poucos alunos que vão até o Campus”, explicou.

O animal permanece internado em uma clínica veterinária, na Zona Centro-Sul, mas o quadro dele é grave. Além da intoxicação, Cachaça também contraiu parvovirose canina, uma doença caracterizada por diarréia com sangue.

Fonte: A Crítica

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.