Ativistas protestam contra o consumo de barbatanas de tubarões


A cidade chinesa é um dos maiores mercados no consumo de barbatanas de tubarões, consideradas por muitos chineses como uma iguaria, geralmente servida em sopas em restaurantes luxuosos.

Ativistas protestam em frente ao restaurante 'Maxim's Palace', em Hong Kong
Foto: AFP

O protesto reuniu cerca de 30 manifestantes usando trajes de tubarões, pintados com tinta vermelha, que cantavam “quando a compra for interrompida, a matança também será”.

Entre os ativistas, havia também muitas crianças com o objetivo de acabar com essa crueldade.

“O consumo de barbatanas é uma prática muito cruel feita por muitas pessoas e estamos tentando interromper a venda em uma cadeia de restaurantes responsável por isso”, disse à AFP Narnie Hockings, 11 anos, antes de vestir o traje.

Os manifestantes também espalharam barbatanas falsas de tubarões na área próxima ao restaurante, onde vários clientes aguardavam para almoçar.

“Quando descobri que em breve eles correrão risco de extinção, pensei que deveríamos fazer algo”, disse Meara Johnson, 12 anos.

Mais de 70 milhões de tubarões são mortos todos os anos, de acordo com a World Wildlife Foundation. Uma imensa quantidade é exportada anualmente para Hong Kong e a maioria das barbatanas é enviada para a China.

Fonte: IstoÉ

 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ESTUDO

FINAL FELIZ

MIGRAÇÃO

EXPLORAÇÃO

APELO

LUTO

FLORIANÓPOLIS (SC)

SÃO PAULO

INOVAÇÃO

AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>