Cãozinho é impedido de se alimentar para não sujar quintal de casa em SP


Um cãozinho era impedido de se alimentar por seus tutores para que não sujasse o quintal da residência, em São Paulo.

A imagem mostra o antes e o depois do resgate
Cãozinho estava com tanta fome que começou a ingerir papelão (Foto: Reprodução / Facebook)

Quando os voluntários do instituto chegaram ao local, constataram a situação deplorável a que o cãozinho era submetido. Ele sentia tanta fome que começou a ingerir papelão.

O cão vivia sozinho na casa, abandonado, e os tutores se negavam a alimentá-lo para que a residência permanecesse limpa. Essa foi a explicação que a própria família deu aos integrantes.

Segundo a equipe, apesar de manterem o cãozinho nesse estado, a família relutou muito para abrir mão do animal. Os voluntários tiveram que conversar por horas até que eles cederam a guarda do animal para o Instituto Luisa Mell.

Ao resgatarem o animal , os voluntários o levaram imediatamente para receber atendimento veterinário. O estado de maus-tratos e negligência eram tão absurdos que os veterinários ficaram assustados com os resultados exames, pois não conseguiam entender como aquele cãozinho ainda estava vivo.

Ele teve que passar por um check-up de exames e recebeu algumas transfusões de sangue. De acordo com os voluntários, ele vai se recuperar aos poucos do trauma terrível que sofreu. Mas, para isso, além dos cuidados médicos, vai precisar de muito carinho e atenção e os voluntários prometem que isso não vai faltar.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÓRFÃO

TRATAMENTO

PROTEÇÃO ANIMAL

CRUELDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>