Guardas municipais salvam cão com anzol na garganta e o adotam no RJ


Guardas Municipais da Unidade de Ordem Pública (UOP), do Porto Maravilha, no centro do Rio de Janeiro, salvaram um cão que estava com um anzol preso na garganta.

Cão aparece deitado recebendo atendimento na clínica
Cão foi achado na zona portuária com anzol preso na garganta (Foto: Divulgação / GM)

Na tentativa de cessar o sofrimento do animal, os agentes tentaram retirar o anzol da boca do cachorro, mas não tiveram sucesso. Logo, eles resolveram se unir para cada uma fazer uma contribuição em dinheiro para poder, então, levar o animal para receber atendimento veterinário em uma clínica em Manguinhos, localizada na Zona Norte do Rio.

Cão aparece deitado recebendo atendimento com a ajuda dos novos tutores
Os guardas se uniram para levar o cão para uma clínica veterinária (Foto: Divulgação / GM)

Os veterinários suspeitam que o animal tenha ingerido restos de iscas deixadas por pescadores na zona portuária e, assim, teria se machucado. A corporação decidiu adotar o cãozinho, que está se recuperando na base da Guarda Municipal enquanto toma medicamentos.

Cão sendo levado na viatura para seu novo lar com muitos tutores
O cão foi adotado pela corporação e ganhou o codinome F. Lopes (Foto: Divulgação / GM)

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

COMPANHIA

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>