Dia Mundial do Meio Ambiente pede conscientização sobre o futuro do planeta


Divulgação

Crescemos escutando que a água era um recurso inesgotável. Só que hoje, sabemos que não. E o que é pior, descobrimos a duras penas.

Usamos a água e outros recursos naturais sem consciência. Agora, vivemos tempos de racionamento, reflorestamento, reaproveitamento… E reciclar, replantar, recuperar passaram a ser palavras de ordem. O planeta tem pressa.

O meio ambiente passou a ser o centro de várias discussões em todos os cantos. E mesmo sendo um tema tão recorrente nem todo mundo compreende a necessidade de mudar velhos hábitos.

Houve tempos de fartura, casas construídas em cima de árvores, tábuas e rodinhas que viravam carrinhos de rolimã e brincadeiras regadas a água… Muita água.

Hoje, adeus aos banhos de mangueira da meninada e aos carros lavados nas calçadas. Os jardins e as árvores deram lugar aos prédios.

E o asfalto recobriu a terra. E o rio virou deserto… E a selva virou pedra…

A preservação dos recursos naturais é assunto recorrente em todos os encontros mundiais que debatem a questão. Mas as soluções são lentas… E os recursos naturais ofegam…Alguns não resistem… Falecem.

Divulgação

Rios, córregos e lagos morrem todos os dias contaminados, assoreados… Abandonados a própria sorte. Indústrias só preservam os lucros imediatos e não pensam soluções. Sim, estamos vivendo uma das maiores crises hídricas já oficialmente registrada.

O lixo eletrônico vem contaminando o solo e o lençóis freáticos. As florestas clandestinamente derrubadas, a biodiversidade pirateada e mal utilizada.

O fato é: a humanidade precisa aprender a viver em harmonia com a natureza. Governantes e população devem se unir para que os impactos negativos acumulados até hoje sejam revertidos.

Se nada for feito, o consumo exagerado dos recursos naturais e a perda constante de biodiversidade poderão promover o desaparecimento de várias espécies e podem comprometer, inclusive, nossa sobrevivência.

Fonte: EBC


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CRIME AMBIENTAL

ABERRAÇÃO LEGISLATIVA

EXEMPLO

CICLOVIA RIO PINHEIROS

ESTRESSE

RESILIÊNCIA

BRECHAS LEGAIS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>