CONTEÚDO ANDA

Cientistas alertam que matança de tubarões pode destruir ecossistemas marinhos

Cientistas têm se posicionado contra uma proposta do assassinato em massa de tubarões que tem sido analisada pelo Senado da Austrália.

273

19/05/2017 às 07:00
Por Redação

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Cientistas têm se posicionado contra uma proposta do assassinato em massa de tubarões que tem sido analisada pelo Senado da Austrália.

Tubarão nadando no oceano

Foto: UPI/Shutterstock/bikeriderlondon

Segundo eles, matar grandes quantidades de tubarões não diminuirá o número de incidentes envolvendo os animais e pode prejudicar gravemente os ecossistemas marinhos.

“Se houver falta de tubarões, peixes e outras criaturas oceânicas que, de outra forma seriam consumidas por eles, se tornarão muito numerosas e se alimentarão de inúmeras criaturas menores e assim por diante, o que significa que todo o ecossistema terá uma mudança maciça”, disse Robert Day, biólogo da Universidade de Melbourne, em um comunicado para a imprensa.

Como os tubarões perseguem frequentemente presas frágeis ou doentes, eles protegem a genética das espécies de peixes e reduzem a propagação de doenças. Eles também mantêm as águas oceânicas livres do apodrecimento de corpos, segundo informações do UPI.

Mesmo quando não se alimentam ativamente, a presença dos tubarões ajuda a proteger os habitats. Existem vários estudos que mostram os benefícios ecológicos gerados pelos grandes predadores.

A matança de tubarões podem ter efeitos devastadores sobre as populações dos animais. Muitas espécies já são vulneráveis ou ameaçadas.

A maioria dos tubarões se reproduz lentamente e, como os pescadores capturam frequentemente os tubarões mais novos, os assassinatos podem reduzir rapidamente uma população.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.