CONTEÚDO ANDA

Cão é salvo após ser coberto com substância tóxica na Argentina

Um cão, batizado de Petróleo, foi coberto por alcatrão, uma substância viscosa feita de carvão vegetal ou mineral considerada tóxica, que ele já havia começado a ingerir. A vida dele...

974

19/05/2017 às 22:00
Por Sophia Portes

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Um cão, batizado de Petróleo, foi coberto por alcatrão, uma substância viscosa feita de carvão vegetal ou mineral considerada tóxica, que ele já havia começado a ingerir. A vida dele estava em risco, até que um grupo de veterinários decidiu se unir para salvá-lo.

O cão ficou coberto pela substância tóxica

O cão, batizado de Petróleo, foi vítima da crueldade humana (Foto: Reprodução / Facebook)

Dois jovens caminhavam por Monte Chingolo, na Argentina, quando se depararam com o cão coberto por alcatrão. Desesperados, eles fizeram sinal a uma viatura policial que passava pelo local. Quando o agente se deu conta da gravidade da situação, colocou rapidamente Petróleo na viatura e o levou a uma clínica veterinária da cidade, onde os voluntários da Zoonoses Lanús o trataram.

“Não sabemos como ele acabou assim e ninguém sabe, mas pensamos que tenham tirado ele do alcatrão quando estava submerso na substância. Não há um pedaço do corpo dele que não tenha alcatrão”, disse Myriam Ortellado, coordenadora da Zoonoses Lanús, na página do Facebook da organização.

Ao chegar na veterinária, o cão passou por um processo de limpeza que durou cinco horas e ninguém sabia se ele iria sobreviver.

“Nós compramos uma série de coisas, olhamos tutoriais e fomos testando a eficácia de cada produto. No começo não saia com nada, mas depois começou a sair quando passamo óleo. Acabamos usando 5 litros. Primeiro com os dedos e depois com espátulas para facilitar tarefa. Após 3 horas de trabalho conseguimos limpar apenas 30% do corpo dele. Começamos a ficar desanimados”, afirmou Ortellado.

Mas, de repente, a substância tóxica começou a ceder e a esperança voltou aos corações dos salvadores. “De repente, a substância começou a cair muito mais. Nós percebemos que era preciso mais paciência do que produtos. Na segunda lavagem, usamos detergente com óleo, o que se tornou uma mistura muito eficaz. Foram quase 5 horas de limpeza ininterrupta”, contou a voluntária. Naquele dia, eles conseguiram limpar 80% do corpo de Petróleo.

Após isso, os salvadores medicaram o cão, passaram colírio em seus olhos e deram bastante água a ele. No dia seguinte, o processo de limpeza continuou e ele passou novamente por atendimento veterinário para checar a fundo seu estado de saúde. Sua aparência estava melhor, mas ainda havia o risco de ele ter processo de intoxicação, devido a ingestão do alcatrão.

Quatro dias depois, os funcionários comemoram a recuperação de Petróleo que voltou a ser um cão cheio de alegria. Agora, ele está em busca de uma família que dê a ele todo amor e carinho que faltaram durante todos esses anos.

Sem o alcatrão, o cão voltou à sua aparência dócil

Após quatro dias de tratamento intensivo, o cão se recuperou completamente (Foto: Reprodução / Facebook)

Veja a seguir o vídeo do tratamento que Petróleo passou:

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.