Site cria alternativa para abrigar animais enquanto tutores viajam


Site foi criado para abrigar animais enquanto tutores viajam
Viajante se compromete a cuidar do animal da casa e em troca ganha hospedagem

Com o objetivo de ajudar tutores de animais que têm o costume de viajar, um site britânico criou uma plataforma chamada Trusted Hoouse Sitters para disponibilizar abrigos para animais.

O site funciona da seguinte maneira: o viajante se compromete a cuidar do animal da casa e em troca ganha a hospedagem. No site já existem registradas casas em países da Europa e Estados Unidos, além de países como México, Uruguai, Índia, Argentina, Indonésia, Austrália, entre outros.

“Vai embora e precisa de sua casa e animais domésticos cuidados? Encontre seu sitter ideal de nossa comunidade amante do animal doméstico que amará seus animais e home como seus próprios. Torne-se um membro a partir de R $ 33,25 / mês * – o restante é GRÁTIS”.

Para se cadastrar é preciso pagar uma taxa mensal que equivale a cerca de R$ 28. Além disso, o candidato passa por uma verificação em três etapas para provar que seu perfil é verdadeiro e que ama animais.

Diante dos inúmeros casos de maus-tratos e violência a animais, cada vez mais precisamos ter consciência e responsabilidade pela guarda responsável. Embora a iniciativa seja interessante, é preciso escolher bem com quem deixar seu animal doméstico. A pessoa que se dispor a ajudar, deve ter comprometimento, amor e carinho pelos animais, de modo que estes não sejam prejudicados física ou emocionalmente pela escolha do tutor.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA

AMEAÇA DE EXTINÇÃO

ACIDENTE

CRUELDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>