Tamanduá-bandeira é solto na natureza após ser resgatado


Animal foi resgatado e passou por exames em centro
Fêmea de tamanduá-bandeira foi resgatada em condomínio residencial de Botucatu (Foto: Polícia Ambiental / Divulgação )

Depois de ter sido regatado em um condomínio residencial de Botucatu, interior de São Paulo, um tamanduá-bandeira fêmea foi devolvido à natureza.

O animal que foi tratado pelo Centro de Medicina e Pesquisa em Animais Selvagens (Cempas), desde que havia chegado no centro passou por uma série de exames durante cinco dias, de acordo com a veterinária Luna Scarpari Rolim. “Fizemos a sedação da fêmea para a realização de todos os exames, de sangue, raio-x, tudo para certificar que ela estava em condições de retornar a natureza.”

A ação de reintrodução da fêmea adulta da espécie foi realizada pela Polícia Ambiental, o Cempas da Unesp Botucatu e representantes do Defau, Departamento da Secretaria Estadual do Meio Ambiente.

A veterinária explicou ainda que o objetivo do trabalho realizado no centro é reintroduzir os animais o mais rápido possível no habitat. “Eles são animais silvestres e ficam extremamente estressados em cativeiro, com a presença de nós seres humanos e também não aceitam a alimentação que damos, assim se eles ficam muito tempo em cativeiro podem até morrer. Então se estão saudáveis precisam retornar assim que possível para a natureza”, completa a veterinária. Além do tamanduá-bandeira, o grupo também fez a soltura de um Tapiti, uma espécie de coelho que é genuinamente brasileira.

Coelho também foi devolvido à natureza
Um tapeti, espécie de coelho brasileira, também foi tratado (Foto: Polícia Ambiental / Divulgação )

Tamanduá-Bandeira

O tamanduá-bandeira (Myrmecophaga tridactyla), também conhecido como papa-formigas, é um mamífero quadrúpede e desdentado pertencente à família Myrmecophagidae e à ordem Xenarthra. È um animal de aspecto bem diferente, solitário, pacífico e cauteloso que costuma caçar tanto durante o dia como durante a noite. Pode-se encontrar este estranho animal desde a América central (Belize) até a América do Sul (Argentina).


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

DESMONTE AMBIENTAL

ZOOFILIA

RÚSSIA

FINAL FELIZ

CRUELDADE

CRISE ECONÔMICA

SINERGIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>