Filhote de peixe-boi ferido em lago é salvo por moradores de Óbidos (PA)


Um filhotinho de peixe-boi foi salvo nesta quarta-feira (24) por moradores do entorno do Lago Pauxis, no bairro de Bela Vista, em Óbidos, Pará.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) da cidade informou que o animal é uma fêmea de cerca de 20 quilos e 55 cm de comprimento, tendo apenas 4 meses de idade. Ela está com diversos ferimentos pelo corpo.

Animal de 4 meses tem apenas 55 cm de comprimento
Moradores resgataram peixe-boi ferido no Lago Pauxis (Foto: Odirlei Santos/Ascom Prefeitura de Óbidos/Divulgação)

Os moradores avistaram o animal preso em uma rede de pesca na noite de quarta e contataram a secretaria. Após o salvamento, o animal foi levado à sede do Semma, onde recebeu atendimento médico veterinário especializado.

O veterinário que tratou do peixe-boi disse, em entrevista ao G1, que o animal apresenta ferimentos graves, mas está recebendo alimentação adequada e os cuidados necessários. “Há lesões na região dorsal da cabeça e nas nadadeiras, provavelmente causadas pela hélice de alguma embarcação e rede de pesca. Fiz os procedimentos como curativos e limpeza, além da alimentação. O quadro clínico dela é estável”, afirmou Fábio Ordeney.

Peixe-boi tem fermentos graves por todo o corpo
Animal foi resgatado em estado grave (Foto: Fábio Ordeney/arquivo Pessoal)

O veterinário disse ainda que é gratificante ajudar a tratar um animal da espécie, pois acredita que este é o caminho para a preservação dos peixes-boi. “Existem pessoas na nossa sociedade que dedica um tempo da sua vida para resgatar e recuperar esses animais. Nosso objetivo é futuramente pegar esses animais e devolvê-los à natureza para a preservação da espécie”, contou.

Por conta do filhote de peixe-boi ter sido salvo com ferimentos, a prioridade foi levá-lo para receber atendimento. Contudo, a Semma afirmou que uma investigação será feita para descobrir as possíveis razões dos cortes.

 

 

 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PROGRESSO

GANÂNCIA

DESTRUIÇÃO AMBIENTAL

COREIA DO SUL

VEGANISMO

PRESSÃO PÚBLICA

RESILIÊNCIA

RECOMEÇO

FINAL FELIZ


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>