Você sabe o que é um animal comunitário?


potinhos contendo ração e água disponibilizado para cães comunitários
Divulgação

Você sabe o que um cão comunitário? É aquele cachorro que, apesar de não ter tutor definido e único, é adotado por grupos específicos de pessoas, que têm a responsabilidade de cuidar de um ou mais animais, sem necessariamente levá-los para casa. Essas pessoas precisam oferecer todas as condições para que os animais tenham uma vida saudável, sendo que os animais são castrados, vacinados e microchipados. Ou seja, o animal estabelece com a população do local onde vive vínculos de dependência e manutenção.

Na capital de São Paulo, por exemplo, a lei Estadual 12.916 de 2008 já permite cães comunitários. Aqui em Santos também. Sancionada no dia 24 de outubro do ano passado, a lei de autoria do vereador Benedito Furtado (PSB) visa melhorar as condições de vida aos animais que vivem nas ruas.

A lei define em parágrafo único, do artigo 1º que o “tutor” do animal é qualquer indivíduo que protege, dá amparo ou assiste animal classificado como comunitário. Ao ser conduzido à Coordenadoria de Proteção à Vida Animal – Codevida – o animal receberá o tratamento necessário, quando necessitar de cuidados veterinários, vacinação, medicação contra ectoparasitas e endoparasitas, castração ou esterilização. Após o atendimento veterinário o animal deverá ser identificado pela Codevida, nos termos da legislação vigente. Posteriormente, será devolvido à comunidade de origem.

No parágrafo único do artigo 2º, é explicado que a devolução ao ambiente de origem se efetivará após identificação e assinatura de termo de compromisso de um cuidador principal, ou representante de uma entidade de proteção animal.

Segundo o vereador Benedito Furtado, qualquer pessoa, devidamente identificada, pode encaminhar um animal comunitário para receber cuidados pela Codevida, assim como essa tarefa pode ser feita por entidades de proteção e bem-estar animal ou pela própria Coordenadoria de Proteção à Vida Animal.

Fonte: 6 Patas


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DOÇURA

EXTINÇÃO

SONHO REALIZADO

CARIBE

POLÍTICA AMBIENTAL

SÃO PAULO

AÇÃO HUMANA

TRAGÉDIA

MASSACRE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>