Crianças salvam baleia recém-nascida encalhada em praia


O filhote era recém nascido
Família encontrou filhote de baleia Beluga em praia | Foto: Playbuzz

Uma família que passa férias em Quebec, no Canadá, foi responsável por salvar a vida de uma baleia beluga bebê na praia de Rivière-du-Loup. O animal era recém-nascido e não teria sobrevivido sem a intervenção dos turistas.

O animal que havia chegado ao mundo há poucas horas, estava perdido de sua mãe e precisava ser recolocado na água para evitar a desidratação. Diante da situação, família de turistas chamou socorro para ajudar o filhote.

Assim que a equipe do Groupe de recherche et d’éducation sur les mammifères marins (GREMM) chegou, os voluntários deram início a missão de resgate: primeiro, cavaram um buraco ao redor da baleia e derramaram um pouco de água sobre ela, assim a água se acumularia em torno dela, deixando-a hidratada. Após do resgate, o grupo que salvou a baleia a introduziu em um grupo de baleias para que ela pudesse encontrar uma nova família.

Animal sendo resgatado por equipe
Família que encontrou animal chamou o socorro

Veja aqui um vídeo do resgate (em francês nativo de Quebec):

Sobre as baleias belugas

Baleias da espécie beluga, também conhecidas como baleias brancas, estão na lista de animais marinhos em extinção. Com até 5 metros de comprimento e pesando quase 1,5 toneladas, a beluga habita as águas frias em torno do círculo polar Ártico e se alimentam de uma grande variedade de peixes, polvos e lulas.

A principal razão de esta espécie estar ameaçada de desaparecer é caça intensa. Apesar de a pesca estar proibida desde 1985, países como Noruega, Islândia e Japão matam belugas sob o pretexto de fazer pesquisas científicas. Porém, os três países têm longa tradição no consumo da carne e no uso do óleo da baleia como combustível, lubrificante e na fabricação de sabão.

A situação se agrava ainda mais pelo fato de o ciclo de reprodução da baleia ser extremamente lento: a gestação leva 14 meses. Sendo que esta espécie vive entre 25 a 30 anos e as fêmeas têm no máximo cerca de oito filhotes durante a sua vida.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AMOR

VIDA NOVA

RIO DE JANEIRO

ALTERNATIVA VEGANA

GENEROSIDADE

REABILITAÇÃO

EMPATIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>