Lince ibérico morre atropelado após ser devolvido à natureza


Um lince ibérico, oriundo da Espanha, morreu atropelado no distrito de Beja, em Portugal, após ter sido libertado na quarta-feira (17), no vale do Guadiana. O animal foi solto com o intuito de reintroduzir a espécie no Parque Natural de Guadiana, também em Portugal.

O Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) informou por nota que o lince, batizado de Neco, foi achado morto por um morador na noite de quinta-feira (18), na estrada municipal no distrito de Beja.

“O animal, que apresentava sinais de morte recente, foi recolhido por uma Vigilante da Natureza do Departamento Conservação da Natureza e Florestas do Alentejo por volta de meia-noite e meia de quinta-feira e será reencaminhado para necropsia para apuramento de todos os fatores potencialmente associados à sua morte”, disse em nota.

Lince foi achado morto por um vigilantes do parque
Lince ibérico seria o 26º de sua espécie a se integrar na região do Parque Natural (Foto: Imagem de Arquivo / Arquivo Global Imagens)

Segundo o instituto, o lince havia sido solto em uma região privada, próximo ao rio Guadiana, e estava equipado com uma coleira radioemissora, para ajudar no controle da sua reintegração na natureza.

Ainda de acordo com a entidade, este seria o 26º lince ibérico a fazer parte da população inserida no Parque Natural de Guadiana, pois o objetivo era promover a recuperação da área histórica da espécie na região da Península Ibérica.

 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PROGRESSO

GANÂNCIA

DESTRUIÇÃO AMBIENTAL

COREIA DO SUL

VEGANISMO

PRESSÃO PÚBLICA

RESILIÊNCIA

RECOMEÇO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>