Britânico é condenado a prisão após incentivar esposa a abusar sexualmente de cães


Um homem britânico, que estimulava a esposa a abusar sexualmente de cães, foi detido e condenado a um ano de prisão. Daniel Galloway, 65 anos, admitiu em juízo ter sido cúmplice de Carol Bowditch e tê-la incentivado a ter relações sexuais com três cachorros de raças distintas. O caso aconteceu em Lincolnshire, na região leste da Inglaterra.

Na casa do casal foram encontrados vídeos de zoofilia e pedofilia
Daniel Galloway foi condenado a um ano de prisão por incentivar esposa a abusar sexualmente de cães (Foto: Jornal CM)

Carol foi condenada a fazer serviço comunitário, após ter confessado que havia abusado de um cão da raça são bernardo, um labrador e um pastor alemão. Ela afirmou durante o julgamento que não sabia que a prática era considerada crime.

Daniel Galloway foi condenado a 12 meses de prisão e será registrado como agressor sexual durante 10 anos. Todavia, a pena pode aumentar, pois os investigadores encontraram mais de 12 mil imagens de pornografia infantil e 191 fotografias de sexo entre a esposa Carol e cães, que estão sob a guarda de Galloway.

A Polícia Militar britânica descobriu os crimes após investigar uma “festa de sexo”, onde os tutores dos animais assistiriam suas esposas abusando sexualmente de cães e, após isso, os maridos teriam relações sexuais com suas esposas.

A investigação levou os policiais à casa de Carol e Daniel, onde encontraram diversas provas dos crimes, como um DVD e um pen drive que continham imagens da mulher abusando sexualmente de um cão e imagens de pedofilia.

 

 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AÇÃO SOCIAL

AÇÃO SOCIAL

PRECAUÇÃO

ÍNDIA

ESTUDO

ÓRFÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>