Rara loba branca é assassinada no Parque Nacional de Yellowstone


Uma rara loba branca encontrada à beira da morte em abril no Parque Nacional de Yellowstone em Wyoming (EUA) foi baleada ilegalmente, apontaram as autoridades.

A loba foi morta pelos oficiais do parque supostamente devido à gravidade de seu ferimento.

Loba branca assassinada em parque
Foto: Neal Herbert/Yellowstone National Park

Ela era a única loba branca explorada no local, embora outros dois lobos tenham vivido ali antes dela. A loba tinha 12 anos quando foi morta, o dobro da idade média dos indivíduos da espécie em Yellowstone.

A fêmea possuía um parceiro há nove anos. Durante esse período, ela teve 20 filhotes, 14 dos quais se tornaram adultos, de acordo com biólogos.

Após a sua morte, o corpo foi enviado ao laboratório forense do Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos Estados Unidos e os resultados preliminares da necropsia foram divulgados.

Os funcionários do parque estão tratando o ocorrido como um crime.

“Devido à gravidade deste incidente, uma recompensa de até US$ 5 mil tem sido oferecida por informações que levem à prisão e condenação do (s) indivíduo (s) responsável (is) por este ato criminoso”, disse Dan Wenk, superintendente do Parque Nacional de Yellowstone.

O assassinato ocorre em um momento no qual os funcionários do parque alegam estar preocupados com a nova caça de lobos em Wyoming, que começará neste outono, de acordo com o New York Times.

A caça de lobos já é permitida em Idaho e Montana, estados que fazem fronteira com o parque, embora haja restrições em Montana.

Os lobos que andam na fronteira do parque podem ser facilmente mortos por caçadores. Yellowstone cobra um valor para as pessoas observarem lobos que é vinculado a pesquisas que somam US $ 35 milhões por ano.

Milhares de pessoas visitam o local para observar lobos, como se eles fossem brinquedos, e a loba branca era vista com bastante frequência. Segundo Douglas Smith, biólogo do parque, ela era um dos lobos mais cobiçados.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

NEGLIGÊNCIA

SOFRIMENTO

PORTO ALEGRE (RS)

INSENSIBILIDADE

GOIÂNIA (GO)

MÉXICO

ACIDENTE

AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>