CONTEÚDO ANDA

Polícia analisa vídeo para identificar criminoso que matou cerca de 40 cães em GO

A Polícia Civil está analisando um vídeo feito por uma câmera de segurança que pode ter registrado a movimentação do criminoso que matou aproximadamente 40 cachorros em Catalão, em Goiás....

48

20/04/2017 às 22:00
Por Redação

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Sophia Portes / Redação ANDA (Agência de Notícias de Direitos Animais)

Criminoso matou cerca de 40 cães na cidade (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

A Polícia Civil está analisando um vídeo feito por uma câmera de segurança que pode ter registrado a movimentação do criminoso que matou aproximadamente 40 cachorros em Catalão, em Goiás. Os agentes estudam a possibilidade de mortes por envenenamento após voluntários da Associação de Proteção aos Animais acharem carnes com chumbinho, substância comumente utilizada para matar ratos, próximas aos locais onde os cães mortos foram achados.

“O vídeo mostra um veículo suspeito em um dos locais e estamos trabalhando para identificá-lo. Também queremos ver se ele aparece em outros pontos da cidade onde os cachorros foram achados mortos”, contou o delegado responsável pelo caso, Vitor Magalhães, ao G1.

O delegado disse ainda a razão da corporação ainda não divulgado o vídeo. “Já temos alguns depoimentos testemunhais que podem ajudar a elucidar alguns pontos e também temos esse vídeo, mas ainda não vamos divulgá-lo para não atrapalhar o andamento das investigações. Também recolhemos outras imagens e a gente espera estabelecer uma relação entre esses locais e apontar quem é esse suspeito”, explicou.

Os cães foram encontrados mortos neste domingo (17), em diversos bairros de Catalão. As vítimas foram tanto cães em situação de rua, quanto alguns que tinham tutores. Assim que voluntários da ONG souberam das mortes, foram até a delegacia registrar um boletim de ocorrência.

“Para a gente que está envolvido na causa, você resgata animal da rua, você cuida, aí chegar em uma situação dessa que a própria população está envenenando seus animais, é muito maldoso”, contou Ângela Maria Pereira, uma das voluntárias da entidade.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, os cães passaram por exames que vão identificar as causas da morte. Após isso, eles foram enterrados em um aterro sanitário na cidade. O resultado da análise dos pedaços de carne achados nas ruas próximos aos corpos dos animais sairá em 30 dias.

Carne com chumbinho foi achada próximo aos animais mortos (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

De acordo com a ONG, chega a 300 o número de cães e gatos acolhidos em casas de protetores e abrigos da cidade, todos retirados das ruas. Uma ação em conjunto com a Prefeitura pretende castrar os cães para evitar a superpopulação, o maior motivo gerador de abandono de animais nas ruas.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.