ONG realiza campanha para desmitificar gatos pretos


Por Renata Leite | Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Lucky, o gato dá sorte. Foto: Divulgação / ONG Adote um Gatinho.

Gatinhos pretos ainda são vítimas de preconceito e intolerância. Algumas pessoas os associam a má sorte ou bruxaria, conceito este ligado a crenças místicas do passado que perpetuam a discriminação e maus-tratos a estes animais que são, inclusive, mortos em rituais supostamente religiosos.

Para desmitificar essas superstições ultrapassadas, a ONG Adote um Gatinho trabalhou duro em uma campanha audiovisual para por fim ao preconceito contra gatos pretos e mostrar que eles são animais do bem, mas principalmente que está tudo certo se um deles cruzar o seu caminho.

O vídeo é estrelado pelo gatinho Lucky, que venceu várias promoções.”Ao longo desses anos, trabalhamos bastante com essa ideia de que gato preto dá sorte, sim. Justamente para diminuir a estigma do azar”, cita Juliana Bussab, coordenadora da ONG.

No momento, a Adote um Gatinho cuida de 450 gatos entre estes 90 são pretos. “Eles são os que mais têm dificuldades em serem adotados”, disse a criadora da ONG, Susan Yamamoto.

Sobre o efeito de conscientização, Juliana, comenta que, mesmo sendo uma campanha recente, no ar há uma semana, a repercussão tem sido positiva nas redes sociais. “O que percebemos é que a ideia foi muito bem recebida, com um ótimo feedback tanto no Facebook quanto no Instagram”, enfatiza a coordenadora.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PROTEÇÃO ANIMAL

ALERTA

VITÓRIA

INVESTIGAÇÃO

FLÓRIDA

JAPÃO

AVANÇO

COMPORTAMENTO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>