Mais de 300 animais silvestres são resgatados de cativeiros no Oeste da Bahia


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Dois filhotes de veado foram encontrados em povoado | Foto: Reprodução G1

Mantidos em cativeiro: mais de 300 animais silvestres foram encontrados presos em uma região do Oeste da Bahia durante uma operação do Ministério Público (MP-BA), que reunia mais de 30 órgãos. A ação dos órgãos integra a 40ª edição do programa de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI). Duas pessoas foram presas.

Além da prisão de um homem em Ibotirama, que mantinha uma ave com adulteração na anilha (pequeno anel colocado no pata das aves para identificação da sua procedência) e pássaros sem registro, após uma denúncia foram encontrados dois filhotes de veados, no povoado de Salinas, em uma investigação de técnicos do Ibama, Polícia Rodoviária Federal, Conselho Regional de Medicina Veterinária e MP. Os veados eram criados como animais domésticos em Paratinga.

O homem que sequestrou os filhotes e os mantinha em uma casa, recebeu um auto de infração. Antes de serem devolvidos à natureza, os animais deverão passar por exames de reabilitação. A operação além de combater os maus-tratos a animais, também tem objetivo de prevenir e fiscalizar as atividades de degradação do Rio São Francisco.

Nota da Redação: Como nós, os animais nasceram para viver livremente. Manter um animal engaiolado é um dos crimes mais cruéis do ponto de vista ético. Infelizmente as nossas leis ainda permitem que algumas espécies de aves sejam caçadas, comercializadas e aprisionadas apenas para satisfazer a ganância e os desejos inconscientes e cruéis de algumas pessoas. Não podemos mais aceitar calados este tipo de prática como também todas as outras que tratam os animais apenas como mercadoria ou objeto de decoração. As leis precisam avançar e proibir qualquer forma de manutenção de animais em cativeiro.

 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

BOA AÇÃO

CHINA

HEROÍNA

FINAL FELIZ

PAUTA EMERGENCIAL

SOLIDARIEDADE

GESTO DE AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>