“Atirador do Facebook” também torturava animais


Por Sophia Portes / Redação ANDA (Agência de Notícias de Direitos Animais)

Foto: Divulgação (esquerda)/ Facebook Reprodução (direita)

Steve Stephens é um foragido da polícia do estado de Ohio, nos Estados Unidos, após assassinar um idoso e transmitir o crime ao vivo pela rede social Facebook. De acordo com os vizinhos do norte-americano, ele tinha uma personalidade extremamente agressiva e além de participar de jogos de azar, o criminoso também costumava torturar animais.

O vizinho Tony Henderson disse ao jornal Daily Beast que o criminoso tinha “altos e baixos” no seu humor e lembrou da vez em que o homem atacou seu próprio pássaro. “Ele fez o periquito se arrastar pela gaiola e parar no dedo dele. Então ele estapeou o animal com a outra mão o mais forte que conseguiu, e o pássaro ficou estirado no chão. Parecia morto para mim. Steve estava rindo enquanto olhava para o animal e para mim”, explicou Henderson, que ouviu na vizinhança outros casos de tortura de animais cometido pelo homem.

Outros moradores contam que Stephens era um “pegajoso fracassado”, pois se envolvia em sua cobra phyton na tentativa de seduzir as mulheres.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CONSERVAÇÃO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

MAUS-TRATOS

HABITATS DESTRUÍDOS

OMISSÃO

ECONOMIA CIRCULAR

DEDICAÇÃO

TECONOLOGIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>