Estudo mostra presença de superbactéria em carnes vendidas na Dinarma


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: Reprodução, VegNews

Um estudo publicado pela Administração Veterinária e Alimentar da Dinamarca (DVFA) encontrou a superbactérica Staphylococcus Aureus (LA-MRSA), resistente à meticilina, em 48% das amostras de carne de porco orgânicas testadas.

Por meio do sequenciamento do genoma em 305 amostras de carne de lojas de varejo locais, a DVFA também descobriu que 32% da carne de porco continha LA-MRSA e que a presença de bactérias aumentou 38% em todas as amostras desde 2011.

De acordo com a empresa The Good Food Institute, 80% de todos os antibióticos produzidos são utilizados em animais explorados em fazendas, reportou o Veg News.

Especialistas da Universidade de Exeter, localizada na Inglaterra, alertaram recentemente que a resistência a antibióticos – que pode ser causada pela transferência de bactérias resistentes de um animal infectado para o humano por meio do consumo de produtos animais – produz as bases para a próxima pandemia mortal.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

TRAGÉDIA

RETROCESSO

SOFRIMENTO

DIFICULDADES FINANCEIRAS

BELO HORIZONTE (MG)

COVARDIA

CRUELDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>