Polícia Ambiental prende suspeito de comercializar animais silvestres


Foram resgatados cinco filhotes de jabutis, uma arara cega, quatro iguanas e quatro macacos-prego, sendo que dois estavam mortos (foto: Polícia Ambiental)

A Polícia Ambiental de Londrina, na região norte do Paraná, prendeu um homem suspeito de vender animais silvestres. A prisão aconteceu na Vila Santa Terezinha. No local foram resgatados uma arara canindé cega, sete filhotes de jabutis, quatro iguanas e quatro macacos-prego, sendo que dois deles estavam mortos.

A polícia chegou até o suspeito a partir de uma denúncia anônima.

O homem disse que uma segunda pessoa era responsável pelos macacos e iguanas e que queria os animais mortos para empalhar.

Segundo a porta-voz da Polícia Ambiental, Camila Reina, o mesmo homem já havia sido preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em 28 de janeiro, entre Ibiporã e Jataizinho, tentando levar cinco filhotes de macacos-prego para São Paulo.

Fonte: Ric Mais


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DOÇURA

EXTINÇÃO

SONHO REALIZADO

CARIBE

POLÍTICA AMBIENTAL

SÃO PAULO

AÇÃO HUMANA

TRAGÉDIA

MASSACRE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>