Tatu ameaçado de extinção é encontrado com ferimentos em Tocantins


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Animal ameaçado de extinção, foi encontrado em área urbana de Tocantins | Foto: Reprodução G1

Em Paraíso do Tocantins (TO), foi encontrado pela Polícia Militar Ambiental um tatu-canastra que corre risco de extinção. O animal encontrado com lesões na pele, foi entregue ao Centro de Triagens de Animais Silvestres.

No Centro, o animal receberá os devidos cuidados para depois ser devolvido à natureza. De acordo com o tenente coronel da Polícia Militar Ambiental, Sólis Araujo, o aparecimento de animais em extinção na região é recorrente: “Constantemente a gente localiza, reconhece e dada essa falta de um ambiente natural e a ida destes animais para os centros urbanos, tendem a desaparecer. São animais em processo de extinção”, afirmou.

O tatu-canastra, considerado o maior tatu do mundo, é uma das 207 espécies de animais silvestres ameaçados de extinção na fauna brasileira. O animal pode pesar até 60 quilos e seu tamanho pode chegar a um metro de comprimento. Uma das causas de sua extinção, é o fato de caçadores capturarem o animal por sua carne.

Caçadores se interessam pela carne do animal | Foto: Divulgação/Polícia Militar AmbientalRiqueza ameaçada

Segundo um estudo internacional, além dos animais nativos, o cerrado brasileiro também corre sério risco de extinção de mais de quatro mil espécies de plantas, que não existem em nenhum outro lugar do mundo. O desmatamento, principal responsável pelo desaparecimento dessas plantas, daqui a 30 anos, terá acabado com um terço das espécies nativas do cerrado, de acordo com o estudo.

“O produtor rural tem o direito de uso da terra, mas por que ele não faz dentro da licença? Por que não fazer o licenciamento? A gente não impede que ele tenha a sua área de uso, porém a gente pede no mínimo, que ele mantenha, a reserva legal e as APPs (Áreas de Proteção Permanentes) em ordem”, argumentou a engenheira florestal do Naturatins, Thaline Rodrigues.

De acordo com a engenheira, o ecoturismo, embora não muito utilizado na região, pode ser uma alternativa para conscientizar as pessoas: “Aqui no Tocantins ainda não é muito utilizado o ecoturismo, mas é uma forma de querer preservar o nosso bioma porque o cidadão, ele tendo acesso a isso, começa a entender a importância de preservar esse bioma tão importante”, afirmou.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CRIME AMBIENTAL

ABERRAÇÃO LEGISLATIVA

EXEMPLO

CICLOVIA RIO PINHEIROS

ESTRESSE

RESILIÊNCIA

BRECHAS LEGAIS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>