Chacina: governo japonês condena à morte 280 mil aves


Por Sophia Portes / Redação ANDA (Agência de Notícias de Direitos Animais)

Uol

O governo japonês optou por sacrificar mais de 280 mil frangos por conta de um foco de gripe aviária que afeta o país. Segundo o Ministério da Agricultura, o governo matou, desde novembro, 1,67 milhão de animais.

Os novos casos afetam as cidades de Miyagi (220 mil aves) e Chiba (68 mil aves), após o vírus ser detectado em duas granjas.

O Ministério da Defesa mandou 370 homem para as regiões para ajudar os agricultores a cometer a matança. Ou seja, ao invés de investir em tratamento e prevenção da contaminação, o governo japonês prefere matar milhares de aves, sem qualquer tipo de conscientização e investimento em políticas públicas. A questão é: quantos animais terão que ser sacrificados até o Japão conter este surto?

Este foco de gripe aviária, o primeiro que afeta o Japão desde início de 2015, começou no final do ano passado na cidade de Aomori (no norte do país), afetando depois outras áreas do norte, como Hokkaido e Niigata, e do sul do país, como Miyazaki e Kimamoto. Enquanto isso, o país já matou mais de 280 mol aves e continua sofrendo com o surto, só demonstrando que o sacrifício dos animais não é a solução.

 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

INSPIRAÇÃO

DENÚNCIA

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

RETROCESSO

RESPONSABILIDADE

SOLIDARIEDADE

MISSÃO

ACADEMIA ESPECISTA

SADISMO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>