Estudo aponta que vida em Marte seria vegana


Por: Anna Starostinetskaya / Traduzido por: Andressa Aricieri

Divulgação

No último mês, a NASA lançou uma pesquisa em parceria com o Instituto Center of the Utilization of Biological Engineering in Space (CUBES) para explorar a viabilidade de vida humana em Marte. O bioquímico Lance Seefeldt e o botânico Bruce Bugbee – que dirigirá o projeto de 15 milhões de dólares – afirmam que a vida no planeta vermelho seria necessariamente vegana, uma vez que produção animal seria financeiramente inviável.

“O desfio central é como fazer crescer comida de resíduos reciclados em um sistema fechado e pequeno”, Bugbee diz. “Explorar Marte significa a quase perfeita reciclagem da água, nutrientes, gases e plantas não consumidas”. Bugbee diz ainda que a produção de proteína na Terra não é eficiente e que a fome mundial é um desses efeitos colaterais.

“O que aprendemos sobre alimentar pessoa em Marte avançará nossos esforços nesse planeta”, Bugbee disse. Outros pesquisadores dessa área confirmam a noção do Bugbee sobre a vida em Marte vegana. Atualmente, o ecologista Holandês Wieger Wamelink teve sucesso ao usar um simulador de sol marciano (tirado de um vulcão Havaiano) para crescer urtigas, tomates, cebolinha, alho-poró, centeio, quinoa, ervilha, agrião, espinafre e um legume chamado tremoço. Ano passado, como parte to Projeto de Comida para Marte, o time de irmãos do açougueiro vegano The Herbivorous Butcher, foram contratados para fazer refeições sem carne para astronautas em uma missão simulada pra Marte de duas semanas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

COMPANHIA

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>