Monges bolivianos adotam cão e o transformam em ‘frei’


Por Sophia Portes / Redação ANDA (Agência de Notícias de Direitos Animais)

Proyecto Narices Frias/Facebook

Monges de um monastério franciscano de Cochabamba, na Bolívia, adotaram um cão abandonado e o transformaram em “frei”.

O cãozinho foi apelidado de Frey Bigotón (Frei Bigode, em tradução literal) e vestido com trajes em miniatura das vestes dos religiosos.

Os monges esperam que a ação estimule outras pessoas a adotar cães abandonados, que precisam de um lar cheio de amor e carinho.

O frei Jorge Fernandez disse à imprensa local que o Frey Bigotón é um cão como todos os outros, que adora atividades caninas e todos os irmãos o amam muito. “Ele é uma criatura de Deus”, afirmou o religioso.

Veja a seguir as fotos do monge mais fofo do mundo:

Proyecto Narices Frias/Facebook

 

Proyecto Narices Frias/Facebook

 

Proyecto Narices Frias/Facebook

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

POLÍTICA PÚBLICA

RECOMEÇO

BANALIZAÇÃO

CAZAQUISTÃO

DESMATAMENTO

BARBÁRIE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>