Decisão judicial permite que lobos sejam caçados nos EUA


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: AP Photo/Susan Montoya Bryan

Uma decisão de um tribunal de apelação federal dos EUA retirou as proteções fornecidas aos lobos em Wyoming, permitindo que os animais sejam baleados.

O Tribunal de Apelações dos EUA para o Distrito de Columbia favoreceu o plano de gestão de lobos de Wyoming, que trata os animais como se fossem vermes.

A decisão do tribunal anulou o estabelecido por um tribunal menor que se aliou aos ativistas que lutaram contra uma lei estadual que permitia a matança indiscriminada de lobos em uma “zona de predadores que se estendeu pela maior parte do Estado”, disseram os ativistas.

“O plano de Wyoming para atirar nos lobos à vista durante a maior parte do Estado foi uma má ideia quando foi proposto e é uma má ideia agora”, diz Rebecca Riley, advogada do Conselho de Defesa de Recursos Naturais, um dos grupos que lutaram contra o plano.

“A decisão do tribunal de remover as proteções federais para lobos em Wyoming será um retrocesso para a recuperação dos lobos no Ocidente”, acrescenta.

Segundo o Washington Post, os lobos foram caçados até quase a extinção em 48 Estados norte-americanos. Após uma ligeira recuperação depois que proteções federais foram concedidas em 1978, eles ocupam apenas 10% de sua faixa histórica.

Muitos que poderiam perder sua proteção vivem fora das fronteiras do Parque Nacional de Yellowstone, onde a caça é proibida e os lobos foram reintroduzidos.

Ativistas já convenceram um tribunal inferior que o Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos Estados Unidos, na época da administração Obama, não deveria ter retirado a proteção de espécies ameaçadas de extinção de lobos com base em promessas de que Wyoming que não iria prejudicá-los em determinados locais.

O tribunal de apelações decidiu que a agência federal tinha razão ao confiar na palavra de Wyoming.

As “promessas de Wyoming de proteger lobos não fazem muito” em um Estado que permite a caça agressiva, enfatiza Noah Greenwald do Centro para a Diversidade Biológica.

Os lobos que tentam chegar ao sul das Montanhas Rochosas para se acasalar ou estabelecer território “têm que passar pela zona de tiro”, uma viagem mortal que poderia mais uma vez baixar sua população, explicou.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

VIDAS PERDIDAS

DEDICAÇÃO

SOFRIMENTO EMOCIONAL

DOÇURA

AÇÃO HUMANA

JAPÃO

FINAL FELIZ

POLUIÇÃO SONORA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>