Maldade humana

Animais morrem vítimas de envenenamento em Viçosa (MG)

Dois cachorros foram encontrados mortos no centro de Viçosa. O assunto repercutiu nas redes sociais e algumas pessoas tentaram resgatar os animais. A suspeita é que a morte tenha sido...

133

17/02/2017 às 13:00
Por Redação

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Elenice Silva

Dois cachorros foram encontrados mortos no centro de Viçosa. O assunto repercutiu nas redes sociais e algumas pessoas tentaram resgatar os animais. A suspeita é que a morte tenha sido provocada por envenenamento.

Segundo a vendedora Elenice Silva, às 22h desta terça ela foi até a Av. Bueno Brandão, esquina com a Rua Capitão José Maria Santana, depois de receber a informação que cachorros estavam agonizando nesse local. “Eu fui lá para levar carvão, que ajudaria a interromper o envenenamento, mas quando cheguei o cachorro já estava em óbito. Tinham mais três cachorros lá perto, mas que pareciam não ter comido veneno”, disse Elenice.

Enquanto permanecia no local, a vendedora foi informada que ali perto tinham outros dois cachorros, um já morto e outro ainda com vida. “Enquanto caminhei até o cachorro que já estava sem vida, outra pessoa, aparentemente uma veterinária, chegou para ajudar o animal ainda vivo”, explicou. Elenice disse ainda que ao retornar para casa ficou sabendo que outro animal estaria em condições precárias de saúde na Rua Álvaro Gouveia.

A veterinária que socorreu o animal preferiu que seu nome não fosse divulgado e afirmou que o cachorro ingeriu alguma espécie de veneno para roedores. Perguntada sobre o atual estado de saúde do cão, ela informou que ele permanece internado, mas passa bem.

Crime

De acordo com a veterinária da Vigilância Epidemiológica da Prefeitura de Viçosa, Karen Gonçalves, quem comete maus-tratos contra animais está sujeito a punição por meio de duas leis: uma federal e outra estadual.

A lei federal 9.605 de 1998 dispõe sobre as sanções penais e administrativas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, que inclui maus tratos aos animais. O artigo 32 diz que “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos” é punível com detenção, de três meses a um ano, e multa.

“§ 1º Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos. § 2º A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal”, diz a lei.

Já a lei estadual 22.231 de 2016 dispõe sobre a definição de maus-tratos contra animais em Minas Gerais. O artigo 2º diz que “a ação ou omissão que implique maus-tratos contra animais sujeitará o infrator às sanções previstas no art. 16 da Lei nº 7.772, de 8 de setembro de 1980”.

“§ 1º Na aplicação de multa simples em razão de determinada ação ou omissão que implique maus-tratos contra animal, serão observados os seguintes limites:

I – 300 Ufemgs (trezentas Unidades Fiscais do Estado de Minas Gerais) em caso de maus-tratos que não acarretem lesão ou óbito ao animal;
II – 500 (quinhentas) Ufemgs em caso de maus-tratos que acarretem lesão ao animal;
III – 1.000 (mil) Ufemgs em caso de maus-tratos que acarretem óbito do animal”, especifica a lei.

A reportagem também procurou a Prefeitura de Viçosa, por meio da Assessoria de Comunicação, para que pudesse comentar sobre a situação dos animais em situação de rua da cidade, mas ainda aguarda a resposta.

Fonte: Opção News

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.