França mata 600 mil gansos sob pretexto de conter gripe aviária


Foto: Pascal Pavani / AFP

A França decidiu matar toda a sua exploração de patos, 600 mil animais no total, no departamento de Landes, sudoeste do país, para erradicar uma epidemia de gripe aviária, segundo anunciou o ministro da Agricultura, Stéphane Le Foll.

“Já sacrificamos muitos patos na zona leste do departamento, ainda resta uma área na qual vamos matar todos os animais para tentar estabilizar a situação”, declarou o ministro francês da Agricultura, Stéphane Le Foll, que confirmou o número de 600 mil aves.

“Impotentes” e resignados face à virulência da gripe aviária (H5N8) que atinge desde dezembro de 2016 a região de Landes, no sudoeste francês, a maioria de criadores do departamento se declaram “de acordo” sobre o total de patos a serem mortos na região, mas divergem sobre a maneira de retomar a produção uma vez que a crise seja resolvida.

A fazenda de Marie-Hélène Cazaubon, criadora de gansos em Montsoué, matou nove mil animais em Landes no início de janeiro de 2017.

Durante o surto anterior de gripe aviária, entre 2015 e 2016, Marie-Hélène teve observou o esvaziamento gradual de sua exploração. “Mas o mais difícil hoje em dia é a morte de todos os animais de uma vez só”, afirma Cazaubon. “No início da crise, pensava-se que a barreira sanitária seria suficiente, mas este ano, a doença é particularmente virulenta”, tenta se justificar.

Fonte: rfi


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

INSPIRAÇÃO

DENÚNCIA

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

RETROCESSO

RESPONSABILIDADE

SOLIDARIEDADE

MISSÃO

ACADEMIA ESPECISTA

SADISMO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>