Estresse pode acelerar o envelhecimento dos cães, diz estudo


Divulgação

O estresse não é apenas um mal que acomete os seres humanos. Estudos já haviam comprovado que os cães também podem sofrer com esse problema. O que ninguém sabia era que o estresse é responsável pelo aparecimento de pelos brancos nos cachorros, o que contribui para o seu envelhecimento.

Para chegar a essa descoberta, os cientistas liderados pelo professor Thomas Smith, da Northern Illinois University, nos Estados Unidos, analisaram o comportamento de 400 cachorros. Eles visitaram os animais frequentemente em suas casas e também nas clínicas veterinárias.

Além disso, cada tutor precisou responder um questionário com 42 perguntas. Eles deveriam descrever com precisão como era a saúde, o comportamento, o estilo de vida e a aparência dos bichanos. A partir dessas respostas, os pesquisadores observavam se o animal destruía objetos quando estava sozinho, se ficava assustado quando era rodeado por pessoas e se sofria de perda de pelos.

Após esses testes, os cientistas perceberam que o estresse era responsável pelo surgimento de pelos brancos ao redor da boca, focinho e face. Dessa maneira, o estresse animal contribuía para o envelhecimento precoce do animal.

Os resultados foram publicados no jornal Applied Animal Behaviour Science.

Fonte: Pet Cidade


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

BOA AÇÃO

CHINA

HEROÍNA

FINAL FELIZ

PAUTA EMERGENCIAL

SOLIDARIEDADE

GESTO DE AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>