‘Sangrento’, hambúrguer sem carne pode vitaminar onda vegana


OS INGREDIENTES – Coco, soja, batata, trigo… e o “molho” secreto: heme (molécula rica em ferro, presente no sangue e em plantas — de onde é retirada —, e que simula o aspecto avermelhado) (Divulgação)

A preocupação com a conservação da natureza tem impulsionado o vegetarianismo mundo afora. Essa onda também abre oportunidades de negócios. Com foco tanto no discurso “verde” como na nova clientela, surgiu no Vale do Silício, na Califórnia, a startup Impossible Foods, que busca converter até os mais apaixonados por carne em vegetarianos.

A tática: deixar os produtos veganos cada vez mais parecidos com carne. A empresa foi fundada em 2011 pelo bioquímico americano Patrick Brown, que quer convencer quem gosta de comer um hambúrguer suculento a procurar alternativas veganas. Brown estudou a composição das peças bovinas e descobriu que o que dá gosto a elas é uma combinação de moléculas equivalente a outras encontradas em plantas.

Faltava recriar outro elemento fundamental: a aparência avermelhada. Aí está o molho secreto do que chamou de impossible burger: a molécula heme, que também existe na clorofila de plantas, de onde foi retirada por Brown. O truque dá aquele visual “sangrento”. O sanduíche improvável começou a chegar às mesas em julho do ano passado e hoje é servido em três lanchonetes californianas e em uma nova-iorquina.

Fonte: Veja


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

EMPREENDEDORISMO

AÇÃO HUMANA

CONSCIENTIZAÇÃO

ABUSO

ÓRFÃO

COREIA DO SUL

SOB INVESTIGAÇÃO

RETROCESSO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>