solidariedade

Veterano do exército ajuda a acalmar cão resgatado e facilita sua adoção

Veterano do exército se identificou com cão e decidiu lhe dar lar temporário. (Foto: Reprodução / Lisa Nommensen)

Chaz é um cão da raça pit bull que foi resgatado e vivia no abrigo da Jacksonville Humane Society, na Flórida, Estados Unidos.

Apesar de todos os cuidados que recebia, o cão vivia nervoso, pulando de medo quando ouvia um som estranho e sempre latia enquanto estava com a coleira. Quando estava em seu canil, ele se tremia de medo sentado sozinho. O comportamento do animal, apesar de não violento, fazia com que adotantes em potencial não se interessassem por ele.

Até que um casal bem especial surgiu na vida de Chaz. Travis Wycoff, de 34 anos, veterano do exército dos Estados Unidos que prestou serviço no Oriente Médio, e sua namorada Lisa Nommensen, de 31 anos.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

O casal conseguiu ajudar o cão a se tornar mais calmo, sociável e foi capaz até de conseguir um lar para o animal.

“Quando o pegamos pela primeira vez, ele tinha problemas sociais. Temos fotos dele enrolado como um bebê no colo de Lisa. Ele foi encontrado abandonado em Jacksonville e tem um monte de características que eu entendi. Conhecendo o trauma que esse pequeno cara passou, bem, em alguns aspectos era o mesmo para mim, mas olhando para ele, eu sei que não tinha maldade.

O cão logo se adaptou ao lar e se tornou bastante sociável. (Foto: Reprodução / Lisa Nommensen)

 

Travis falou sobre as dificuldades que passou durante a transição para a vida civil após o serviço militar. Para ele, Chaz estava passando pela mesma situação, experimentando as mesmas dificuldades após ter se defendido nas ruas de Jacksonville antes de ser salvo pelo resgate.

Parece que Chaz também percebeu que Travis tinha vivido algo semelhante e sentiu a camaradagem. Apenas um dia depois de se juntar à família, o cão começou a se adaptar.

Em pouco tempo, o cão já era capaz de passear com o casal e acompanhá-los em saídas para jantar. Chaz começou a ir para vários lugares com o casal e passou a socializar bem mais.

Para Travis, que o disciplinava quando ele fazia algo errado e dava recompensas quando ele fazia as coisas direito, foi muito interessante vê-lo mudar. O homem afirmou ainda que Chaz é um cão muito leal.

No final da experiência de três meses como lar temporário, o casal não tinha certeza se conseguiria entregar o cão para adoção. Porém, eles conseguiram deixar o Chaz seguir e viram o quanto fizeram bem para o animal.

Recentemente o casal visitou Chaz em sua nova casa e o encontrou muito feliz desfrutando sua nova vida.

Em pouco tempo, Chaz, que se mostrou muito traquilo e leal, estava pronto para ser adotado e logo ganhou um lar para sempre. (Foto: Reprodução / Lisa Nommensen)

 

Denise Deisler, diretora-executiva da Sociedade Humana de Jacksonville, disse que o lar temporário às vezes é a chave para mostrar a real personalidade dos animais e Chaz é um bom exemplo disso, pois ele é um cão que fica muito melhor em uma casa do que em um abrigo, mesmo que não seja o seu lar para sempre.

Denise explica ainda que alguns cães não se sentem bem em um ambiente de canil e continuam tensos e amedrontados, apesar de estarem recebendo os cuidados que precisam e sendo bem tratados.

Fonte: Portal do Dog

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui