Causa desconhecida

Tartaruga é resgatada viva com nadadeiras amputadas em Tabatinga (RN)

Reprodução / Facebook

Dois golfinhos e cinco tartarugas, uma delas encontrada com duas nadadeiras amputadas, foram resgatadas no litoral potiguar neste último fim de semana. Os resgates foram realizados pela equipe do Projeto Cetáceos da Costa Branca (PCCB-UERN) em parceria com o Laboratório de Morfofisiologia dos Vertebrados da UFRN e o Centro de Estudos e Monitoramento Ambiental (CEMAN).

Os chamados começaram ainda na manhã do dia 28 quando a equipe foi solicitada para o atendimento de um golfinho fêmea morto no município de Baía Formosa, litoral Sul do Rio Grande do Norte. O animal foi encontrado com mordidas de tubarão, provável causa da morte, mas também teve os olhos retirados por ação humana.

Na Praia da Cotia e também na Praia de Búzios, em Nísia Floresta, duas tartarugas-verde foram encontrada mortas com sinais de fibropapilomas, doença de pele comum em algumas espécies marinhas.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Ainda no sábado, outra tartaruga-verde com marcas de pesca nas duas nadadeiras foi resgatada sem vida na Praia da Redinha, em Natal. O caso mais impactante, porém, foi de uma tartaruga da espécie Caretta caretta (tartaruga-cabeçuda). Encontrada viva na praia de Tabatinga, município de Nísia Floresta/RN, ela teve as duas nadadeiras amputadas, possivelmente após ficar presa em redes de pesca. O animal foi medicado e agora está sob cuidados veterinários no Centro de Reabilitação do projeto.

Fonte: Novo Jornal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui