CONTEÚDO ANDA

Leões e tigres permanecem unidos para resistir ao sofrimento do cativeiro

Três tigres e dois leões têm sido mantidos em jaulas apertadas em um caminhão ao lado de uma das autoestradas mais movimentadas da Grã-Bretanha.

136

11/01/2017 às 06:20
Por Redação

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: Roland Leon/Sunday People

Foto: Roland Leon/Sunday People

Três tigres e dois leões têm sido mantidos em jaulas apertadas em um caminhão ao lado de uma das autoestradas mais movimentadas da Grã-Bretanha.

Os grandes felinos, explorados por um circo, podem ser vistos se agrupando para se proteger do frio e com seus espíritos quebrados devido às suas vidas miseráveis.

Ativistas pelos direitos animais, incluindo o ex-ator de James Bond Roger Moore, pediram ao governo para cumprir uma promessa de proibir o uso dos animais.

As proibições foram aplicadas em dezenas de países, mas a Grã-Bretanha ainda não honrou uma promessa feita por David Cameron há mais de cinco anos. Vários circos anunciaram planos de visitar o Reino Unido e fazer shows com animais este ano.

Foto: Sunday People

Foto: Sunday People

Mas o Sunday People está se juntando aos apelos de Roger, da PETA, da RSPCA e da Animal Defenders International para finalmente proibir a exploração.

Isso pode não ocorrer cedo o suficiente para os leões cativos Tsavo, Three e Assegai, Four e os tigres Nadia, 14, Syas, Three, Altai e Three. Eles vivem em uma fazenda perto da estrada de pedágio M6 em Cannock, Staffordshire.

Sua situação foi destacada pela Animal Defenders International em 2016. Porém, eles ainda estão no local debaixo de temperaturas congelantes.

Eles são confinados em caminhões sujos e só podem sair ocasionalmente para esticar as pernas em uma grande jaula com arame
O solo tem pouca grama e partes da terra enlameada são como um pântano. Cavalos desgrenhados, alguns sem tapetes protetores, também vagam pelo local.

Ao lado de sua casa imprensada entre o movimentado da M6 e d A5, está um matadouro com uma placa “MHS descarte de cavalo”.
De acordo com funcionários do governo que fizeram uma inspeção há 18 meses, os grandes felinos devem ser transferidos para diferentes recintos.

Foto: Roland Leon/Sunday People

Foto: Roland Leon/Sunday People

Isso veio depois que o Thomas Chipperfield da famosa família de circo planejava fazer uma turnê do show “An Evening With Lions and Tigers”.

Ele e seus coproprietários receberam recomendações da Defra de que deveriam melhorar as condições do local. Um relatório observou que o alojamento tinha apenas metade dos recomendados 60 metros quadrados para cinco grandes felinos. Os inspetores do governo também não estavam satisfeitos com a quantidade de exercício disponível para os animais.

Chipperfield diz que irá viajar com os animais este ano e nunca teve uma licença negada. Mas os investigadores da ADI capturaram 30 horas de vídeo dos animais no outono passado, durante três dias, e descobriram que pouco havia mudado.

Roger, de 89 anos, escreveu a Theresa May pedindo-lhe para proibir a exploração dos animais. Ele disse: “Em todo o mundo, os circos com animais estão sendo banidos. Os países puseram fim a essa crueldade bárbara contra animais selvagens. No entanto, a Grã-Bretanha, que ama os animais, ainda permite essas exposições retrógradas simplesmente por causa da falta de ação por parte de Downing Street”.

Uma consulta feita pela Defra em 2011 revelou que 94% do público queria uma proibição, o que ex-PM David Cameron prometeu em janeiro de 2015 em um manifesto.

Três deputados conservadores – Christopher Chope, Andrew Rosindell e Philip Davies – têm constantemente bloqueado as tentativas de obter um projeto de lei por iniciativa do Parlamento e é improvável conseguir uma audiência após as negociações começarem.

Foto: Roland Leon/Sunday People

Foto: Roland Leon/Sunday People

As pessoas que vivem na imobiliária Great Wyrley ficaram chocadas ao saber que leões e tigres estão alojados nas proximidades.
Jean Walker, 65 anos, disse: “Eu não tinha ideia, é muito assustador. Estou chocado e triste por ouvir isso”.

“Sinto-me perturbada ao saber que essas pobres criaturas são mantidas aqui em jaulas no meio de uma área residencial. Certamente é ilegal”, afirmou Ann Russon.

“Os shows itinerantes não são divertidos para os animais. Confinamento e privação são endêmicos nesta indústria durante e fora da temporada de turnês. O fracasso do governo em cumprir sua promessa de proibir performances de animais selvagens tem decepcionado tanto o público quanto os animais”, declarou o vice-presidente da ADI, Tim Phillips.

“Parece que existirão três circos com animais selvagens neste ano. Poderia haver mais no futuro se o governo não os proibir. É importante que isso aconteça agora. Quando o governo está trancado em negociações sobre Brexit nunca haverá tempo suficiente. Enquanto os parlamentares atrasarem, os animais sofrerão”, completou Kirsty Henderson, coordenadora de campanhas da PETA.

Assim como Chipperfield, o circo Peter Jollys e o Circus Mondao, que abusam de animais, disseram no Facebook que irão fazer apresentações neste ano, de acordo com o Mirror.

Um porta-voz do Peter Jollys alegou: “O circo de Peter Jolly foi licenciado por quatro anos e recebemos três inspeções por ano por veterinários da Defra”.

 

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.