"Foi deus"

Após dois anos, cachorro e tutora se reencontram em Brasília (DF)

Divulgação

Se a esperança é a última que morre, a história da professora Thaís Fernandez, 28 anos, e seu cachorrinho Toddy, 4, é uma prova irrefutável. Desaparecido por dois anos e oito meses, o animal se reuniu à tutora após longa procura. “Estou muito feliz. Ele está um pouco diferente do que era antes, mas logo volta ao normal”, afirma a jovem.

Toddy saiu de casa onde a professora mora, no Recanto das Emas, em maio de 2014. A mãe dela abriu o portão para uma visita e o cachorro saiu correndo. Como o cão costumava fazer passeios pela região, Thaís acreditou que ele voltaria após algum tempo, mas isso não aconteceu. A jovem tentou procurar Toddy, mas não teve sucesso. Apesar da passagem de tempo, no entanto, nunca desistiu da esperança de achar o companheiro.

“Mesmo dois anos depois, sempre fazia postagens no Facebook procurando o Toddy. E eu tinha certeza que ia encontrá-lo. Minha mãe até falava que eu estava ficando louca”, conta Thaís. Na quinta (24), a lembrança do companheiro ficou mais forte depois que a professora ajudou um cão de uma amiga a encontrar um novo lar. A jovem fez mais uma postagem no Facebook e, desta vez, o resultado veio.

Toddy foi encontrado pela técnica de enfermagem Goretti Ribeiro, no Setor de Oficinas de Taguatinga Sul, em outubro do ano passado. A mulher passava pelo local quando encontrou o cachorro com uma aparência debilitada e cabisbaixo. A partir de então, sabia que tinha que ajudá-lo: “Quando o vi, pensei: eu preciso ser a pessoa que vai mudar a vida desse animal”, afirma Goretti.

Na primeira vez, Toddy não se entregou, mas a técnica de enfermagem foi insistente e, com a ajuda de amigos, conseguiu resgatar o cachorro, que ficava sempre na mesma região. Como Goretti mora em um apartamento, o cão ficou na casa de um amigo até ontem, quando a mulher viu a postagem de Thaís no Facebook.

“Ele não estava com a mesma aparência da foto antiga, mas o olhar era igual”, explica a técnica de enfermagem. Na mesma noite, as duas marcaram um encontro e hoje Toddy está de volta a seu lar depois de tanto tempo longe. “Ele saiu do Recanto das Emas para ser encontrado em Taguatinga. E eu saí de Águas Claras para encontrar ele lá. Tenho certeza que foi coisa de Deus mesmo”, afirma Goretti.

Fonte: Metrópoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui