Cão é queimado vivo para abastecer mercado de carne na China


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Mais cenas chocantes surgiram na China mostrando dois açougueiros queimando impiedosamente um cachorro vivo para abastecer o terrível mercado de carne.

Usando uma tocha de tamanho pequeno, um dos homens incendeia lenta e metodicamente o cão totalmente consciente, que se contorce em agonia e até mesmo se senta. O outro homem bate na cabeça do cão algumas vezes, mas não o suficiente para matá-lo ou até mesmo deixá-lo inconsciente.

Reprodução/Fight Dog Meat

Não existem leis de proteção animal na China (ou Vietnã, Libéria e muitos outros países que consomem carne de cachorro).

No entanto, apenas as leis não mudarão o coração de alguém quando as pessoas são imunes a qualquer forma de empatia em relação ao sofrimento de outros seres vivos.

Reprodução/Fight Dog Meat

Até que as pessoas sejam educadas para sentir alguma forma de humanidade básica e mostrem bondade com outros seres vivos, as leis não irão transformar as mentalidades daqueles que são como esses homens.

Atualmente, a organização Fight Dog Meat trabalha para ajudar amantes de animais chineses a serem ouvidos pelo governo e conseguir a aprovação de leis da proteção animal e um fim do brutal comércio de carne de cães e gatos.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SOFRIMENTO

DIFICULDADES FINANCEIRAS

BELO HORIZONTE (MG)

COVARDIA

CRUELDADE

PROTEÇÃO ANIMAL

ALERTA

VITÓRIA

INVESTIGAÇÃO

FLÓRIDA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>