Terrível: cachorro é escaldado e esfolado antes de fugir em desespero


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/Daily Mail
Reprodução/Daily Mail

Em um ato de crueldade perturbador, aldeões chineses escaldaram um cachorro amarrado em uma enorme panela com água e filmaram a cena.

A filmagem, realizada em algum lugar na província de Henan e colocada online, mostra três homens em pé ao redor do recipiente fumegante colocado no fogo.

Enquanto os homens parecem estar cozinhando no início, em alguns instantes, a grande panela de aço começa a se mover. Em seguida, um dos homens levanta a tampa, revelando o cachorro que luta desesperado por sua vida na água fumegante, com as patas amarradas.

Depois de deixá-lo na água fervente por vários minutos, o cão cai no chão e os homens começam a arrancar sua pele.

Eles desamarram as pernas do animal, antes de se levantarem e começarem a correr em torno do quintal no qual estão sentados.

Não está claro o que exatamente os homens estavam tentando fazer com o cão, pois depois que ele se solta nenhum deles tenta pegá-lo. Também não se sabe quando ou onde exatamente as imagens foram feitas. O cão foi levado para Liveleak, onde atraiu muita atenção.

Reprodução/Daily Mail
Reprodução/Daily Mail

De acordo com a organização sem fins lucrativos Fight Dog Meat, mais de 10 milhões de cães são mortos a cada ano pelo comércio chinês de carne de cachorro.

A fundadora do grupo Michele Brown disse que os animais são torturados por causa de uma antiga crença de que uma carne mais resistente gera mais benefícios à saúde, incluindo um aumento da libido masculina.

“A única maneira de obter uma carne mais rígida é inundar o corpo do animal consciente com adrenalina. Na maioria das vezes, o objetivo não é matar o cão imediatamente, às vezes eles serão torturados por horas”, disse ela ao Daily Mail.

Brown explicou que a prática não é exclusiva da China. Há também um mercado enorme para a carne de cachorro e gato no Vietnã, Camboja, Indonésia, Índia, Coreia do Sul e em mais de 20 países africanos.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

PROTEÇÃO ANIMAL

INESPERADO

ASCENSÃO

GRATIDÃO

INDEFESAS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>