Pit bull estoura porta de vidro e foge apavorado durante queima de fogos


Pit bull apavorado com queima de fogos
Pit bull foi encontrado com ferimentos em duas patas após queima de fogos | Foto: Reprodução / Facebook

Um cachorro da raça pit bull estourou uma porta de vidro de uma casa e fugiu durante a queima de fogos do Réveillon, na madrugada do dia 1°, em Campinas (SP). Em pânico, o cachorro foi localizado horas depois com ferimentos nas patas e precisou passar por atendimento veterinário.

Outras duas cadelas da mesma casa fugiram por conta do barulho dos fogos e uma ainda seguia desaparecida, até a noite de ontem.

De acordo com a protetora Juliana Souza, o caso aconteceu em uma residência no bairro do Bonfim. “Ele ficou muito assustado, agitado e estourou a porta de vidro. As duas outras (cadelas) foram atrás dele. Encontraram ele depois, já todo machucado e precisou ir para o hospital veterinário”, relembra a administradora do grupo no Facebook “Procuro Meu Humano”, de proteção aos animais.

Uma das fêmeas que fugiu, segundo Juliana, foi localizada, mas a outra ainda não havia sido encontrada. “Precisou de seis pessoas para poder pegar a ‘pretinha’. Ela estava desesperada de medo em um terreno baldio, na Avenida Brasil. A outra, a ‘marronzinha’, ainda estava sumida”.

A protetora afirmou que, após a virada do ano, cerca de 40 pessoas postaram pedidos de ajuda e relatos de fuga de cães e até de gatos por conta do barulho dos fogos de artifício. “Foram umas 40 postagens de ontem (dia 31) para hoje (dia 1°). Só pelo réveillon. Nessa época cresce muito o número de relatos, desde os pequeninhos até os enormes. Teve uma protetora independente de uma ONG que até perdeu o cachorro por um ataque cardíaco”.

Juliana fez um apelo pedindo o fim da queima de fogos de final de ano. “Eu sou totalmente contra o foguetório que faz barulho. E não só por conta dos animais, mas também pelos bebês, idosos, pessoas que estão internadas, todo mundo sofre”.

Fonte: Todo Dia


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

EMPREENDEDORISMO

AÇÃO HUMANA

CONSCIENTIZAÇÃO

ABUSO

ÓRFÃO

COREIA DO SUL

SOB INVESTIGAÇÃO

RETROCESSO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>