CONTEÚDO ANDA

Urso é encontrado morto e sem sua vesícula biliar em parque na Indonésia

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: Ferdi hamzah/RN/pras/15
Foto: Ferdi hamzah/RN/pras/15

Um urso-do-sol foi encontrado morto no Bukit Barisan Selatan National Park’s Tambling Wildlife Nature Conservation Center Barisan Selatan em Talangsimpang, Lampung, na Indonésia.

A equipe de patrulha de segurança do parque nacional encontrou o corpo do urso negro próximo às margens do parque, na vila de Sugi Sane.

“Encontramos o peito do urso aberto, indicando que o agressor pegou sua vesícula biliar rica em enzimas com a intenção de vendê-la”, disse Ketut, representante da patrulha de segurança do parque nacional, em comunicado.

Segundo ele, o urso provavelmente foi torturado antes de sua morte, uma vez que foi inicialmente preso por um estilingue. O agressor então parece ter retirado todos os seus dentes e garras com força. Isto foi feito também para aumentar a adrenalina do urso, o que, por sua vez, faz o saco de bílis aumentar.

“O urso foi torturado para extrair suas enzimas e suspeitamos que as enzimas seriam vendidas no mercado negro, onde valem milhões”, acrescentou Ketut.

A equipe de segurança do parque descobriu que o indivíduo também levou os dentes e as garras do urso para serem vendidos.

“A caça ocorre desenfreadamente no parque nacional. Nossa equipe encontra muitas vezes carcaças de animais abandonadas”, afirmou o oficial, que encontrou vários corpos de cervos e porco-espinho, além de pernas de cervos, que foram descartadas depois que os criminosos retiraram as carnes dos animais.

A descoberta do corpo do urso prova que caçar animais protegidos está se tornando muito comum e é fundamental que mais medidas e esforço na aplicação da lei ocorram para evitar essa prática bárbara.

Os ursos-do0sol são protegidos sob a lei indonésia e são listados como “vulneráveis” pela Lista Vermelha da União Internacional para Conservação da Natureza, de acordo com o Jakarta Globe.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui