Resgatada à beira da morte, cadela se recupera e recebe o amor de uma nova família


Por Rafaela Pietra | Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

cadela resgatada
Sophie foi encontrada assim em uma avenida movimentada perto do centro da cidade de Austin | Foto: Divulgação / The Huffington Post

Em novembro, a Divisão de Crueldade Animal do Departamento de Polícia de Austin, no Texas, recebeu um relatório sobre uma cadela morta em uma avenida movimentada perto do centro da cidade. Quando os agentes chegaram, encontraram uma fêmea severamente magra, com as costelas e os ossos em evidencia. Enquanto os oficiais inspecionavam o corpo, a agente Ewa Wagner pensou ter visto uma leve movimentação do animal.

“Nós percebemos que ela estava viva, mas muito mal, então a levamos correndo para o Austin Animal Center, onde os veterinários começaram o tratamento de emergência”, descreveu a oficial Wagner. “Sua temperatura estava muito baixa para sequer ser registrada em um termômetro e ela não estava se movendo. Não acreditávamos que ela pudesse sobreviver”.

A cadela, que recebeu o nome de Sophie, tem cerca de um ano de idade e pesava apenas 4kg quando foi resgatada. A Técnica Veterinária Elizabeth Mancera lembra-se do momento exato em que conheceu Sophie.

“Os detetives pararam e disseram que tinham um cachorro que estava quase sem vida. Eles entregaram seu corpo e eu a coloquei na mesa de exames. Ela estava coberta de fezes, fria e molhada. Falei com ela o tempo todo e, embora ela não pudesse mover seu corpo, ela olhou para mim com olhos suplicantes. Eu continuei dizendo que ela ficaria bem.”

Durante as horas seguintes, supervisionada por um veterinário do abrigo, Elizabeth deu a Sophie todos os cuidados necessários para salvar sua vida. Depois de um banho quente, a técnica usou um secador para tentar aumentar a temperatura corporal de Sophie. Demorou quase duas horas, mas lentamente a temperatura de Sophie começou a subir.

cadela resgatada
Sophie recebeu um banho quente logo que chegou ao Austin Animal Center | Foto: Divulgação / The

“Todo mundo pensou que ela ia morrer”, disse Elizabeth. “Durante as primeiras horas eu só falei com ela e disse que era amada e que nada de ruim iria acontecer novamente. Eu disse que ela precisava de um nome e escolhi Sophie. Quando eu disse que este era o nome dela, ela levantou a cabeça pela primeira vez e olhou para mim. Eu sabia então que Sophie viveria”.

Naquela noite, Elizabeth conseguiu permissão para cuidar de Sophie em sua casa. A cadela recebeu atenção e tratamento todos os dias e, a princípio, precisava usar fraldas porque não conseguia nem mesmo ficar em pé. Depois da primeira noite, durante a qual ela só conseguiu dormir, Sophie lentamente começou a voltar à vida. No quarto dia, ela deu seus primeiros passos, caindo rapidamente no chão devido a sua extrema fraqueza. Elizabeth nunca deixou de estar ao lado.

Os oficiais emitiram um comunicado à imprensa sobre as condições do resgate de Sophie e um grupo de defesa animal ofereceu uma recompensa de US $ 5.000 por informações que levem à prisão do responsável pelo abandono da cadela.

Sophie se recuperou lentamente

Conforme as semanas se passavam, Sophie continuava melhorando, aprendendo como é a vida de um animal amado. Ela ficou com Elizabeth e sua família, evoluindo todos os dias e eventualmente correndo pela casa. Lentamente, a cadela ganhou peso, atingindo 14kg depois 20 dias.

Em entrevista ao The Huffington Post, Elizabeth recorda o momento em que teve certeza que Sophie ficaria permanentemente em sua casa. “Foi próximo do dia de Ação de Graças e eu estava observando Sophie brincar com o meu cão. Ela estava tão feliz e eu podia ver uma conexão especial entre eles. Afinal, depois de tudo que Sophie e eu tínhamos passado, eu sabia que ela iria viver conosco. Abaixei a mão e a beijei, deixando que ela soubesse que estava em casa”, declarou.

Na semana passada, Elizabeth e sua família adotaram oficialmente Sophie e ela é agora uma garota mimada e feliz. Durante o dia, ela visita o abrigo e até acompanha os agentes em visitas à comunidade para falar sobre crueldade contra animais. Quanto a Elizabeth, ela sente que Sophie já lhe retribuiu muito.

cadela resgatada
Sophie agora recebe o carinho da família em sua nova casa | Foto: Divulgação / The Huffington Post

“Ainda é difícil para mim ver as fotos de quando ela foi encontrada. Quebra meu coração pensar em todo o frio e sofrimento que enfrentou, sem ninguém para ajudá-la. Sophie fez muito por mim. Eu tenho ansiedade e estar perto dela me acalma e me faz feliz”, disse.

Segundo Elizabeth, Sophie adora andar de carro e visitar seus amigos no abrigo de animais. “No dia em que resgatei Sophie, prometi que nunca mais lhe aconteceria nada de ruim, e agora vou passar o resto da vida cumprindo essa promessa”, declarou.

Neste Natal, Sophie acordará cercada por sua família – as pessoas e os animais que a amam. Ela vai até ter seus próprios presentes sob a árvore. Para Sophie, as recordações de abuso, negligência e fome serão substituídas por memórias de calor, segurança e amor.

“Ela nunca vai perder outra refeição e nunca passará frio novamente”, afirma Elizabeth.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

EMPATIA

AMOR

CRUELDADE

CHINA

FINAL FELIZ

POLUIÇÃO

COMPAIXÃO

VIOLÊNCIA

PESQUISA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>