Gatinha vítima de maus-tratos perde a visão e dá lição de vida


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/Mercury
Reprodução/Mercury

Se você já adotou um companheiro de quatro patas, já sabe como é fácil amá-los como eles fossem seus filhos humanos. Nós os enchemos de beijos, guloseimas e centenas de brinquedos. Em troca, eles nos dão um amor incondicional. Infelizmente, nem todas as pessoas enxergam os animais dessa forma.

Um cidadão compassivo encontrou Ellen-Rae, uma gatinha minúscula que foi abandonada nas ruas em Walton, Merseyside (Reino Unido). Ela foi levada imediatamente para o Rescue Me Animal Sanctuary.

A gatinha foi vítima de severos maus-tratos e foi encontrada sem seus olhos e com pólipos em seus ouvidos que poderiam deixá-la surda. Ela também tinha várias infecções e por causa disso o veterinário teve que colar suas pálpebras fechadas.

Reprodução/Mercury
Reprodução/Mercury

“No início, os veterinários pensaram que podia ter nascido sem olhos ou tê-los perdido devido a causas naturais, mas nos últimos dias estamos inclinados a acreditar na probabilidade de ela ter sido abusada”, disse Steph Taylor do Rescue Me Animal Sanctuary que atualmente está cuidando de Ellen-Rae.

“Apesar de sua provação, ela é a mais doce, a mais confiante pequena anjinha que você poderia conhecer”, completou.

O nome de Ellen-Rae é uma combinação do nome da enfermeira Rae, que a tratou, e da organização de caridade que tem arrecadado dinheiro para suas contas médicas.

Reprodução/Mercury
Reprodução/Mercury

Apesar de ter sido abusada, Ellen-Rae permanece doce como sempre e adora brincar com seus cuidadores.

Com  vários problemas nos olhos, ouvidos e infecções, o destino de Ellen-Rae  é desconhecido e sua qualidade de vida pode ser ruim, mas a equipe de veterinários está fazendo o máximo que pode para salvar esta adorável gatinha, informou o One Green Planet.

Entretanto, animais são incrivelmente resistentes em face da adversidade. Há casos de cães com três pernas que possuem vidas ativas e seres cegos e surdos que são um verdadeiro exemplo.

Se aprendemos uma coisa sobre a pequena Ellen-Rae é que um pouco de compaixão contribui para seu longo caminho  e temos certeza de que a personalidade energética e carinhosa da gata é também um enorme “obrigado” àqueles que a salvaram.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PROGRESSO

GANÂNCIA

DESTRUIÇÃO AMBIENTAL

COREIA DO SUL

VEGANISMO

PRESSÃO PÚBLICA

RESILIÊNCIA

RECOMEÇO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>