Cães praticam canibalismo e morrem de inanição em fábrica de filhotes


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/Daily Mail
Reprodução/Daily Mail

Ao lado dos crânios e ossos dos amigos do canil que morreram diante deles, cães mortos permanecem em um chão de concreto imundo, ainda acorrentados pelo pescoço e alguns parcialmente devorados por vermes.

Nesse cenário sombrio, quatro cães aterrorizados ainda estão vivos, mas sem dúvida, para sempre marcados pelo sofrimento e obrigados a suportar a escassez de alimentos.

Reprodução/Daily Mail
Reprodução/Daily Mail

Acredita-se que alguns sobreviveram porque se alimentaram dos corpos dos companheiros e pelo menos um permaneceu comendo suas próprias fezes.

Este foi o horror encontrado pela polícia e por ativistas em uma fábrica de filhotes em Hyderabad, na Índia, que foi abandonada pelos proprietários que deixaram os cães – criados para gerar lucro – para sofrer uma morte lenta e dolorosa.

Reprodução/Daily Mail
Reprodução/Daily Mail

Seis cães perderam suas vidas e uma investigação sobre este caso terrível, que colocou em xeque as leis de criação de cães no país, foi iniciada.

Os sobreviventes incluem um cão aterrorizado que pode ser visto em imagens de resgate que mostram cenas angustiantes. Esse cão, junto com os outros que sobreviveram, estão em um lar adotivo e recebendo tratamento para graves problemas de saúde e para lidar com o trauma.

Reprodução/Daily Mail
Reprodução/Daily Mail

Durante o resgate, a polícia foi acompanhada por uma equipe da organização de resgate Blue Cross de Hyderabad, que postou um vídeo de suas descobertas no Facebook.

As 33 mil pessoas que o assistiram ficaram chocadas e horrorizadas, segundo o Daily Mail.

Nota da Redação: O terror e o trauma dos cães mortos e daqueles que lutam em desespero para sobreviver expõe o que se esconde por trás do comércio de animais: sofrimento e morte. Além de serem explorados por pessoas extremamente cruéis, estes cães foram abandonados como se não fossem seres vivos em meio a um cenário desolador e sombrio. Que este caso trágico sirva para conscientizar o público que o comércio de animais jamais deve ser financiado.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA

AMEAÇA DE EXTINÇÃO

ACIDENTE

CRUELDADE

TECNOLOGIA

DESUMANIDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>