Australiana salva mais de 6 mil ovos de tartarugas em vias de extinção


Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/ABC
Reprodução/ABC

O número de tartarugas está diminuindo drasticamente em Papua Nova Guiné, na Oceania, devido ao consumo de ovos dos animais,  à pesca e ao lixo que chega ao oceano.

Neste cenário preocupante, uma australiana que vive na Ilha Lissenung decidiu estabelecer um programa para conservar a espécie. Ela já salvou mais de 6.080 ovos de 47 ninhos ao longo das ilhas vizinhas de Papua Nova Guiné.

Movida pela paixão por tartarugas, Ange Amon decidiu aprender mais sobre o assunto com pesquisadores que se reuniram no Simpósio de Tartarugas da Austrália na última semana.

“Não sou cientista, sou apenas uma proprietária de um resort e instrutora de mergulho que ama tartarugas. Nós criamos o Programa de Conservação de Tartarugas de Lissenung e vamos também para as ilhas vizinhas em que há muitas desovas dos animais”, disse Amon.

Com uma taxa de sucesso de 90%, Amon disse que o programa está agora em sua terceira temporada e tem trabalhado para conscientizar os nativos do país sobre a conservação das tartarugas.

“Queremos educar a população para não recolherem os ovos e nem consumirem a carne de tartarugas. Recebemos crianças de escolas locais para vir e libertar os filhotes, para tentar reeducá-las”, disse ela.

Amon espera que sua viagem para o simpósio lhe traga mais ideias para expandir o programa de conservação.

“Estou realmente interessada em obter um rastreador GPS via satélite e gostaria de conseguir financiamento para um programa com o intuito de localizar moradores locais e treiná-los para agirem como agentes educacionais nas comunidades”, conta ela.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

COMPANHIA

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>